5 aplicativos para você gastar bem menos com refeições em Londres

Como comer bem e gastar pouco com comida em Londres

Uber Eats

Já te falei que dá pra economizar muita grana em Londres aqui, e como entrega de comida – ou como chamam por aqui, os tais takeaway – não é diferente. Fome ou preguiça ou os dois, não importa, UberEats sempre estará ao seu lado com centenas de opções como comida indiana, japonesa, vietnamita, italiana, turca ou uma bela pizza, além de promoções diárias. Quer gastar £5 libras a menos no primeiro pedido? Use o código e  eats-lqhle667ue e bom apetite!

Too Good To Go

Como o nome já diz, é bom demais para ir… no caso, pro lixo! O aplicativo batalha para revolucionar o desperdício de comida, pois muitos alimentos frescos como massas, pizzas, croissants, bolos são descartados mesmo se ainda estiverem em ótimas condições para ser consumidos no dia seguinte (ou até mesmo no final da tarde!). Pelo aplicativo, você adquire uma “magic bag”, uma sacola com tudo que é “bom demais pra jogar fora” por um preço bem menor do que o original. São vários restaurantes, barquinhas de comida, cafés e até mesmo hotéis listados que oferecem desde café da manhã até jantar.

Dines

Dines é o app que dá mais vantagens dessa lista! Primeiro de tudo, com o código G87D4 você já recebe £5 na sua primeira refeição. São diversos restaurantes parceiros, principalmente nas regiões de Angel, Shoreditch e Liverpool Street, que oferecem descontos de até 50% no total da sua conta. Além de conhecer novos lugares, para cada refeição feita, o Dines doa outra para uma criança em situação de pobreza. E não acaba aí: pagando através do aplicativo, você recebe uma porcentagem de volta na sua conta, chamado de “cashback”.

Nez

O Nez abrange uma área maior de Londres e inclui Covent Garden, Holborn, Soho, Shoreditch, Bank, Tower Hill, entre outras. Pelo app, você visualiza os restaurantes mais próximos com descontos de 20%, 30%… e algumas com bebidas ou pratos por £1! Também inclui bares, o que é perfeito para aquele happy hour com os amigos! Quanto mais você usa, mais pontos ganha e desbloqueia outras vantagens e descontos. Coloque o código 575V para receber 125 pontos ao criar seu perfil.

Ritual

Esqueça filas. Basta escolher seu prato pelo app que ele estará te esperando. Outra ferramenta bacana do Ritual é que você pode “pegar carona” em pedidos de amigos ou colegas de trabalho. Assim, uma pessoa pode ir ao restaurante pegar todas as refeições do escritório de uma só vez. E toda vez que você usa o app, recebe recompensas que você pode resgatar por descontos e até mesmo uma refeição na faixa. Receba £6 nos primeiros pedidos com o código ERICA54028.

5 lugares em Londres para quem é obcecado por queijo

Prepare-se para sentir muita fome depois de ler esse post

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Inglaterra produzia (e racionava) apenas um tipo de queijo. Haviam mais de três mil produtores de queijos antes da primeira guerra; e ao final da segunda, apenas 100 sobreviveram. Receitas para alguns dos queijos tradicionais do país foram perdidas para sempre. Hoje em dia, são cerca de 700 (alguns dizem já por volta de 900) variedades de queijo, pelo menos 400 tipos a mais do que a França. Aliás, os queijos ingleses andam ocupando espaço tanto no paladar francês, quanto belga, espanhol, americano e asiático. Enquanto pequenos produtores europeus estão deixando o negócio por não mais conseguirem competir com concorrências maiores ou simplesmente porque a geração seguinte decide seguir outros caminhos, exatamente o oposto acontece nas terras da Rainha, principalmente fazendeiros produtores de leite. Em 2016, na premiação internacional de queijos que acontece todo ano desde 1987 em Nantwich, metade das cinco mil inscrições foram britânicas. A mesa dos jurados chegou a tremer com o peso dos queijos.

Os ingleses só não dominaram o mercado mundial porque os produtores não conseguem acompanhar a demanda, sem falar na força da libra que torna a importação mais cara.

Mas se você estiver por Londres, você pode tirar um bom proveito dessa ascensão dos queijos britânicos e se deliciar com pratos com muito queijo. Mas muito queijo mesmo.


The Cheese Truck

Um sanduíche de queijo grelhado quase obsceno de tão bom. Vendido em uma antiga van de sorvete dos anos 70, já viajou internacionalmente pelas ruas, eventos e festivais da França, Turquia, Abu Dhabi e Dubai. O tradicional sanduíche com queijo cheddar tem outras versões no cardápio com queijo de cabra e mel e também com bacon e chutney de pêra. A “truck” funciona aos finais de semana no mercado de Camden Town, e o novo Cheese Bar, recentemente inaugurado, abre todos os dias e fica ali pertinho, sete minutos da estação de metrô. Possui algumas outras opções como fondue, profiteroles de queijo, raclette, cheeseburger e claro, sobremesas para fechar com chave de ouro.

Neal’s Yard Dairy

A Neal’s Yard Dairy trabalha com cerca de 40 fabricantes de queijo do Reino Unido e restante da Europa, inclusive a família Cravero que matura parmesão e grana padano desde 1855. O armazém possui instalações para controlar a maturação, temperatura e umidade e assim fornecer queijo da melhor forma possível. Possui três endereços em Londres: Bermondsey, Borough Market e Covent Garden.

The Cheese Wheel

Tem gente que coloca um pouco de queijo na massa, mas os amantes queijeiros comem queijo com um pouco de massa. Esse food truck em Camden Town serve massa fresca que mergulha, como o nome sugere em inglês, em uma roda de queijo gigante. Você pode acrescentar pancetta, cogumelos ou tomate seco.

Champagne and Fromage

Aqui champanhe funciona bem com todos os queijos. Além de tábuas de queijos artesanais de diferentes regiões francesas, o restaurante serve um clássico Raclette com batatas “para aquecer o coração”. Uma das outras deliciosas opções do cardápio é o camembert ao forno com trufas, chorizo ou alho e ervas.

Melt Room

O descolado Melt fica no Soho e tem sanduíches de queijo grelhado no qual você pode adicionar cebola, pastrami, beterraba, cogumelo, atum ou frango. Possui também uma opção com mascaporne e nutella e outra com pasta de amendoim. Em datas comemorativas, o queijo derretido é colorido. O menu ainda possui o tradicional fish and chips com bastante queijo derretido em cima, mac and cheese e batatinhas fritas completamente cobertas de queijo cheddar.

5 gastropubs em Londres que deveria ser uma obrigação conhecer

Porque a gente não vai no bar para beber e sim para comer!

Quem disse que ir para pub é só para beber cerveja? Confira os melhores que oferecem comidinhas também!

The Wenlock Arms
26 Wenlock Rd, £
Frequentado e amado por locais, foi eleito como o pub mais autêntico de Londres e tem um pouco de tudo: dardos, opções veganas, música ao vivo aos finais de semana. E claro, não pode faltar aquela seleção de cerveja. Pra quem não bebe, o pub é famoso também pelas tortas salgadas.

Duke of Cambridge
30 St Peter’s Street, ££
Primeiro (e por enquanto único) pub orgânico, desde a vela ate vinho, cervejas e ingredientes. Além disso, somente peixes do Reino Unido capturados através de pesca sustentável são servidos aqui.

29365570_1872398719478372_4082046779086864384_n
Harwood Arms
Walham Grove, £££
É o único pub com estrela Michelin de Londres e fica em Fulham, no oeste da cidade, pertinho do elegante bairro de Chelsea. Porções de ovo escocês (ovo cozido à milanesa com recheio de carne de veado) e as rosquinhas com creme de limão siciliano são os mais pedidos do menu.

Captura de Tela 2019-07-28 às 17.58.21.png

The Anchor & Hope
36 The Cut, £
Um pub quase escondido que serve pratos típicos da culinária britânica Em Southwark O menu apresenta bacalhau escocês e até lombo cozido por sete horas. Não faz reservas então é bom chegar cedo para garantir uma mesa.

Pigeon-Radishes-Grilled-Semolina

Princess of Shoreditch
76-78 Paul St, £
Preferencialmente aos domingos, os ingleses costumam comer carne assada com gravy, vegetais e yorkshire pudding (que aliás tá longe de ser um pudim e mais próximo de ser um pãozinho meio panqueca). O Princess of Shoreditch serve o “roast dinner” com carnes e produtos de fazendas locais por £17 por pessoa e também o delicioso Sticky toffee pudding (esse sim uma sobremesa, apesar de não ser pudim e sim um bolinho bem molhado com cobertura de caramelo e sorvete de baunilha).

DSC3851

Um tour por Southwark, antigo paraíso proibido de Londres

O outro lado do Rio nem sempre foi moderno e cult. Descubra os antigos e os novos segredos da região

Durante séculos, a London Bridge era o único meio de cruzar o Rio Tâmisa. Logo, para chegar até o sul de Londres era preciso passar por Southwark, que na época estava fora dos limites da cidade. A área acabou crescendo e se desenvolvendo através do dinheiro do comércio “turístico”, provindo de vários pubs, prostíbulos e até mesmo atividades proibidas como caça de urso e touro. Era como um Red Light District inglês.

Bankside era o lugar mais famoso da Inglaterra para entretenimento. Duas vezes por semana, mais de mil pessoas entravam no anfiteatro de madeira para assistir touros e ursos mastigando ferozmente os ossos de cães. Acredite se quiser, mas durante o reino da Rainha Elizabeth I era o esporte mais popular em Londres.

gettyimages-3367368_0
Getty Images

Com o passar do tempo, Southwark foi se consolidando como importante região teatral. Hoje são várias as salas de teatro como o famoso The Old Vic e Young Vic – sua “irmã” mais nova com peças mais experimentais – além do Union Theatre, Blue Elephant Theatre, Menier Chocolate Factory – uma antiga fábrica de chocolate, Southwark Playhouse, Theatre Peckham e o Rose Playhouse, o primeiro teatro elisabetano, erguido em 1587. Aberto ao público até os dias de hoje, possui exibições sobre sua história e  também produções de obras contemporâneas, palestras e outros eventos.

Além desses, você pode curtir peças de teatro estreladas por atores famosos e ‘pré-apresentações’ de concertos musicais no National Theatrelocalizado às margens do rio.


Captura de Tela 2018-09-06 às 21.33.16 ONDE TURISTAR

Ao longo do Tâmisa, ficava o Globe Theatre, no qual Shakespeare era acionista. Foi incendiado em 1613, reconstruído no ano seguinte, fechado pelos puritanos em 1642 e derrubado não muito tempo depois. Próximo ao local original, foi construído o Shakespeare’s Globe, uma recriação dos teatros nos quais eram encenadas suas obras. Parada obrigatória para os admiradores do dramaturgo. Saiba como comprar ingressos de teatro aqui.

default

Hoje em dia, “o outro lado de Londres” concentra prédios medievais e modernos como o The Shard, o edifício mais alto de Londres e Europa Ocidental com 310 metros de altura. Por ali você também encontra o Tate Modern. Um dos mais renomados museus de arte moderna e contemporânea do mundo, o Tate abriga exposições permanentes e muitas itinerantes. Em seu acervo permanente, você apreciará obras como ‘As Três Dançarinas’ de Pablo Picasso, ‘Marilyn’ de Andy Warhol, ‘O Beijo’ de Auguste Roudin. No sétimo andar há um restaurante com vista panorâmica do rio Thames e da cidade de Londres. Para quem quiser apenas um lanche, o museu também possui em café à margem do rio. Com acesso pela estação de metrô Southwark ou atravessando a Millenium Brigde a partir da St. Paul’s Cathedral, é fácil chegar.

Captura de Tela 2019-02-10 às 17.03.15

Outro museu imperdível nos arredores, é o Imperial War Museum. Com o slogan “War Shapes Lives”, o museu conta a histórias das pessoas que viveram durante a guerra e mostra vários objetos da época. Entre as exibições, há pinturas e outras obras artísticas da maioria dos conflitos da Humanidade. Não perca as exposições que falam sobre a Primeira e Segunda Guerra Mundial e sobre o Holocausto. Saiba mais sobre os museus incríveis de Londres aqui.


Captura de Tela 2018-09-06 às 21.38.24 ONDE MATAR A FOME

Mercato Metropolitano
42 Newington Causeway

Primeiro mercado comunitário sustentável que tem como objetivo conscientizar e incentivar as pessoas à apoiarem suas comunidades locais. São várias opções de street food do mundo todo com uma faixa de preço entre £10 e £20 por pessoa.

Where The Pancakes Are
85a Southwark Bridge Rd

Lugar perfeito para quem realmente ama panquecas. A massa é feita com farinha orgânica que inclui trigo sarraceno, responsável por reduzir os níveis de colesterol e açúcar no sangue. Possui opções doces e salgadas, além de versões vegetarianas, veganas e sem gluten. Captura de Tela 2019-02-10 às 19.57.31.png

Borough Market
8 Southwark St

Dezenas de barraquinhas com frutas, pães, queijos, petiscos, massas, verduras, pratos quentes, chocolates e outras variedades do mundo todo. Tente chegar cedo, entre às 10h e às 11h para evitar a multidão ou se preferir descontos, vá por volta das 15h.

Padella
6 Southwark Street

Não se desanime com a fila que pode demorar entre 30-45 minutos. Vale a pena esperar. O restaurante é pequeno, mas tem atmosfera agradável, as massas são extremamente saborosas e o preço super amigo com pratos a partir de £4! 

Captura de Tela 2019-02-10 às 11.37.29.png

Heddon St Kitchen, um dos restaurantes “baratinhos” do Gordon Ramsay

Vale a pena conhecer um dos vários restaurantes da rede do famoso chef Ramsay?

Gordon Ramsay nasceu na Escócia, cresceu em Stratford-upon-Avon e ganhou fama no mundo todo. No total, seus restaurantes já ganharam 16 estrelas Michelin.

Heddon Kitchen Street é um deles e fica pertinho de Piccaddily Circus, numa pequena travessa da Regent Street. Com uma decoração bonita e moderna, é considerado “baratinho” porque os outros são mais alta gastronomia e têm preços mais salgados. O seu principal oferece um menu por £185 por pessoa. Já comentei dele nesse post.

CroppedFocusedImage1920108050-50-25-Sign-Wine
Divulgação

O restaurante é considerado uma brasserie europeia. Possui menu a la carte, no qual o carro chefe é o “beef Wellington”, bife de filé com patê e duxelles, que é então envolvido em massa folhada e assado.

Captura de Tela 2018-07-12 às 23.21.13

 

Mas o que vale mais a pena é o menu especial de almoço & jantar (ou como eles chamam “pré-teatro”). Durante os meses mais quentes, alguns pratos podem variar e o “summer menu” inclui uma bebida (taça de vinho rosé ou cerveja).

2 pratos £19
Entrada + prato principal OU prato principal + sobremesa

3 pratos £23
Entrada + prato principal + sobremesa

Acompanhamentos custam £5

*preços de 2018

Pedi o hambúrguer. A carne era bem grande e de qualidade, mas com certeza não foi o mais saboroso que comi. No menu a la carte, custa £18,75 e inclui batata frita. De sobremesa, escolhi o “ice cream bar”. O nome chama a atenção (principalmente de crianças como eu), mas não achei nada demais. Tinha casquinha ou potinho e vários chocolates para por em cima. O preço a parte é £6.

CroppedFocusedImage1920108050-50-16-HSK-Candy-Bar
Ice cream bar

Pelos padrões de Londres, o menu é “barato”, ainda mais num restaurante que leva o nome de um chef tão renomado. Mas achei mais uma “marca”. A comida não é nada incrível (já comi melhor em lugares BEM mais baratos, quem nunca), mas além disso achei o serviço péssimo e pelos comentários no Foursquare e no Google não foi só eu. Só para lembrar que em Londres a gorjeta é comum, mas aqui já inclui os 12,5% na conta. Muita gente também reclama que os garçons e garçonetes forçam muito a barra para você pedir bebida alcoólica. E parece que se você não pedir um bom drink, cometeu um crime. Quem serviu a gente tava de um mau humor só e ainda errou a conta duas vezes.

Bom, essa foi minha experiência. Não foi horrível, mas simplesmente achei que não valeu a pena, não saí satisfeita mesmo gastando boas libras. É um dos restaurantes “mais baratos”, mas ainda é caro – ainda mais em libras. Se você for e tiver uma experiência mais positiva, compartilhe nos comentários!

 

Confira mais dicas e vídeos no Instagram!
http://www.instagram.com/ericanopolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O luxuoso bairro de Chelsea, Londres

Restaurantes bacanérrimos, lojinhas fofas

Com suas casinhas fofinhas e coloridinhas na Bywater Street, mas que custam vários milhões de libras, Chelsea possui um glamour discreto. É comum “esbarrar” em celebridades nos arredores da praça Duke of York e suas lojas sofisticadas. Você pode explorar o bairro e ostentar um brunch de domingo no Bluebird (350 King’s Road), um dos preferidos dos locais.

Ou talvez fazer uma extravagância e gastar metade do seu salário no restaurante do chef Gordon Ramsay (68 Royal Hospital Road). O menu do almoço apresenta três pratos (incluindo sobremesa) por meras £70 por pessoa. Há também um menu de degustação chamado Prestige com 6 pratos por £155 e o da menu da estação com 7 pratos por £185. Serve também a la carte e opções vegetarianas.  O dress code exige camisa e blazer para os cavaleiros; nada de camisetas, shorts, roupas esportivas, nem calças jeans rasgadas e tênis de qualquer tipo.

*preços não incluem a taxa de 12,5% de serviço 

CroppedFocusedImage1920108050-50-RHR-Pigeon-2-final
Foto: Gordon Ramsay Restaurant


Bom, talvez seja melhor apenas se perder nas ruas cheias de personalidade sem gastar nada. E ainda dar um pulo na 
Saatchi Gallery (King’s Road) que tem entrada gratuita. Para mergulhar em arte contemporânea, sempre com novo para conferir. A galeria tem como missão mostrar jovens artistas desconhecidos, dando-lhes uma plataforma para exposição. Abre todos os dias, das 10h às 18h.

3
Foto: Saatchi Gallery

 

O National Army Museum é outro passeio grátis pelo bairro. Através de todo o acervo do museu é possível entender como o exército britânico ajudou a moldar o desenvolvimento da Grã-Bretanha, da Europa e do mundo. O bacana é que funciona até às 20h toda primeira quarta-feira de cada mês.

Se o dia estiver com tempo bom, continue seus passeio até o Chelsea Embankment que oferece uma linda e tranquila vista para o Rio Tâmisa.

london-2015562_1280.jpg

Se a fome bater, a pedida é o não-é-barato-nem-tão-carésimo The Ivy Chelsea Garden lembra, como o nome sugere, um agradável e elegante jardim. O cardápio oferece ótimas opções desde o café da manhã até o jantar. Serve waffles deliciosos por £8.95.

Aliás, falando em jardim, o Chelsea Physic Garden (£10.50; 66 Royal Hospital Road) é o mais antigo jardim botânico de Londres  sendo aberto em 1673 e abriga cerca de cinco mil tipos de plantas. O bairro de Chelsea também fica todo florido no mês de Maio durante o Chelsea Flower Show – mostra de flores mais prestigiada do mundo, que inspira e lidera o caminho no design inovador de jardins.

Captura de Tela 2018-06-23 às 19.22.01
Foto: The Ivy Chelsea

 

Para comidinhas e afins mais acessíveis, o Chelsea Farmers’ Market acontece nos meses de Maio à Outubro às quartas (14h às 18h) e sábados (8h às 13h) e oferece uma excelente variedade de alimentos de alta qualidade e produtos artesanais. Durante os meses de Novembro até Abril, dá lugar ao mercado de inverno das 9h às 13h, todo sábado.

Pela King’s Road, é possível encontrar lojinhas independentes e estilosas entre as boutiques de luxo. Mas Chelsea não vai te fazer esquecer tão fácil que é um dos bairros mais exclusivos da cidade, e por ali você encontra a Cheyne Walk, onde moram as pessoas mais ricas da Inglaterra (e do mundo!). As casas chegam a custar mais de 7 milhões de libras, algumas já foram endereços dos roqueiros Keith Richards e Mick Jagger, do escritor Bram Stoker, entre outras personalidades, inclusive antigos primeiros ministros. As propriedades na Sloane Square também abrigam casas nada humildes de milionários, apelidados de Sloane Rangers.

52788_LCD150093_IMG_11_0000_max_656x437
Foto: Rightmove UK

 

Os amantes de futebol podem fazer um tour (£19) pelo estádio do Chelsea FC, o Stamford Bridge. Para chegar até lá, a estacão do metrô mais próxima é Fulham Broadway (District Line).

800px-Stamford_Bridge_-_West_Stand
Foto: The Stadium Business

 

Para finalizar sua visita por Chelsea com chave de ouro, faça uma parada no Venchi e delicie um verdadeiro gelato italiano. São mais de 20 sabores para escolher.

Captura de Tela 2018-06-23 às 20.09.48.png

 

Onde fazer gordices maravilhosas em Londres

Confira as mais incríveis docerias, padarias e sorveterias de Londres

Os britânicos podem levar a fama da comida ser ruim, afinal existem pratos típicos bem bizarros (leia mais aqui). Mas se tem uma coisa que eles são especialistas é a mais pura e inocente gordice. No supermercado, as prateleiras estão sempre cheias com sobremesas,  tortas, chocolates, bolos e balas de todos os tipos e sabores. Talvez não cheguem ao nível sofisticado das patisseries francesas ou mesmo das pizzas doces e criativas do Brasil, mas com certeza você não vai querer se livrar de pelo menos algumas tentações da lista a seguir.

Milk Train Café
44 Bedford StCovent Garden 
Vai ser mais fácil tirar uma foto perfeita pro Instagram do que comer esse sorvete com algodão doce! Mas uma coisa sabemos, o mundo seria muito triste e chato sem sorvete! Dá para ter uma ideia das mil combinações coloridas por aqui https://www.instagram.com/milktraincafe. Média de preço £5.

Captura de Tela 2018-06-12 às 14.42.49.png


Fortnum and Mason

181 Piccadilly, St. James’s
Um das mais elegantes e antigas lojas de departamentos em Londres. Possui um Food Hall de dois andares onde você encontra vinhos, queijos, pães, chás raros e também biscoitos e chocolates finos e geleias de milhares de sabores. Há uma confeitaria com bolinhos, cheesecakes (após às 17h ficam metade do preço #dica) e trufas de chocolate por quilo. No The Parlour, você encontra uma sorveteria estilo anos 50 que serve os melhores sundaes, fondue de chocolate com frutas e até mesmo chocolate quente! Aproveite para conferir o Afternoon Tea, servido das no Diamond Jubilee Tea Salon (falei sobre ele aqui).

b2Ro1G5cTh6H9q1ng8Oz_glory

Princi
135 Wardour St, Soho
A Princi é uma padaria nível avançado. Tem pizzaria com forno à lenha e sobremesas italianas como tiramisu, canolli e outras tortas deliciosas.

BG1

 

Udderlicious
Islington e Covent Garden
Um dos melhores sorvetes em Londres. Tudo é artesanal e feito com leite orgânico de vacas alimentadas com capim e ingredientes naturais. Os clientes também podem criar novos sabores e até mesmo votar em seus favoritos no mês. As bolas são bem servidas e sempre há opções vegan. Média de preço £5.

Captura de Tela 2018-06-12 às 15.31.04.png


Soft Serve Society
Shoreditch e Fulham
Se você é meio trevosa, talvez prefira experimentar um sorvete preto de carvão e coco. A Soft Serve Society tem outros sabores mega sem graça hipsters como Matcha, além de freakshakes e sundaes. Média de preço: £4

Captura de Tela 2018-06-12 às 16.03.40


Hummingbird Bakery
Vários endereços, confira no site
Os bolos na Inglaterra são mais secos comparados ao que estamos acostumados no Brasil. Além disso, eles usam buttercream como cobertura (praticamente manteiga e açúcar). No começo pode até ser meio gorduroso, mas se você for na Hummingbird vai encontrar cupcakes e bolos mais molhadinhos e macios e com um buttercream mais suave. O cupcake de cenoura leva um toque de canela e é difícil resistir!

Captura de Tela 2018-06-12 às 15.16.30.png

 

Doughnut Time
Vários endereços, confira no site
É melhor reservar todas as calorias que você pode consumir em uma semana para experimentar esses donuts gigantes! Tem desde os clássicos aos mais diferentes (bacon, melancia, grapefruit, etc). Média de preço £4.

IMG_6118

 

Choccywoccydoodah
27 Shorts Gardens, Covent Garden
A chocolateria parece ter saído de um filme ou livro encantado. Possui um café que serve bolos, bebidas quentes e sundaes. Além disso, você pode reservar salas para até 4 ou 10 pessoas e experimentar um pouco de tudo o que eles oferecem (£30 cada). Esse vídeo vai te dar uma pequena amostrinha Choccywoccydoodah Secret Spaces.

IMG_9287-1024x683

 

Chin Chin Labs
Soho e Camden Town
As filas longas e quase inacabáveis mostram o sucesso do Chin Chin Labs e seu inovador sorvete com nitrogênio líquido. Entre as opções de sabores, há vegans e diversas coberturas para incrementar, até mesmo marshmallow tostado. Para dias mais frios, o chocolate especial da casa leva toques de framboesa e damasco. Média de preço £6.

657685chinchinlabs-justinet

 

Dominique Ansel Bakery
17-21 Elizabeth Street, 
O cardápio dessa padaria não é nada básico e tem um pouco de tudo com um leve toque de sofisticação. Ou seja, se é para fazer gordice, faça com elegância. Há criações exclusivas do chef Dominique como o ‘cronut’, metade croissant, metade donut; o DKA, uma espécie de croissant caramelizado e o Frozen S’more, feito com marshmallow e mel e recheio de sorvete de baunilha taitiana com raspas fritas de chocolate. Uma das sobremesas preferidas dos ingleses, é o Eton Mess; nessa versão servida com mousse e geleia de morangos, mini merengues, manjericão, pimenta preta e queijo branco. Outra pedida é o biscoito de chocolate em forma de copo, forrado com chocolate e servido com leite de baunilha taitiano. O local serve também Afternoon Tea (£42) e almoço que inclui sopas, sanduíches e outros pratos  salgados.

Captura de Tela 2018-06-12 às 17.14.50.png