5 lugares em Londres para quem é obcecado por queijo

Prepare-se para sentir muita fome depois de ler esse post

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Inglaterra produzia (e racionava) apenas um tipo de queijo. Haviam mais de três mil produtores de queijos antes da primeira guerra; e ao final da segunda, apenas 100 sobreviveram. Receitas para alguns dos queijos tradicionais do país foram perdidas para sempre. Hoje em dia, são cerca de 700 (alguns dizem já por volta de 900) variedades de queijo, pelo menos 400 tipos a mais do que a França. Aliás, os queijos ingleses andam ocupando espaço tanto no paladar francês, quanto belga, espanhol, americano e asiático. Enquanto pequenos produtores europeus estão deixando o negócio por não mais conseguirem competir com concorrências maiores ou simplesmente porque a geração seguinte decide seguir outros caminhos, exatamente o oposto acontece nas terras da Rainha, principalmente fazendeiros produtores de leite. Em 2016, na premiação internacional de queijos que acontece todo ano desde 1987 em Nantwich, metade das cinco mil inscrições foram britânicas. A mesa dos jurados chegou a tremer com o peso dos queijos.

Os ingleses só não dominaram o mercado mundial porque os produtores não conseguem acompanhar a demanda, sem falar na força da libra que torna a importação mais cara.

Mas se você estiver por Londres, você pode tirar um bom proveito dessa ascensão dos queijos britânicos e se deliciar com pratos com muito queijo. Mas muito queijo mesmo.


The Cheese Truck

Um sanduíche de queijo grelhado quase obsceno de tão bom. Vendido em uma antiga van de sorvete dos anos 70, já viajou internacionalmente pelas ruas, eventos e festivais da França, Turquia, Abu Dhabi e Dubai. O tradicional sanduíche com queijo cheddar tem outras versões no cardápio com queijo de cabra e mel e também com bacon e chutney de pêra. A “truck” funciona aos finais de semana no mercado de Camden Town, e o novo Cheese Bar, recentemente inaugurado, abre todos os dias e fica ali pertinho, sete minutos da estação de metrô. Possui algumas outras opções como fondue, profiteroles de queijo, raclette, cheeseburger e claro, sobremesas para fechar com chave de ouro.

Neal’s Yard Dairy

A Neal’s Yard Dairy trabalha com cerca de 40 fabricantes de queijo do Reino Unido e restante da Europa, inclusive a família Cravero que matura parmesão e grana padano desde 1855. O armazém possui instalações para controlar a maturação, temperatura e umidade e assim fornecer queijo da melhor forma possível. Possui três endereços em Londres: Bermondsey, Borough Market e Covent Garden.

The Cheese Wheel

Tem gente que coloca um pouco de queijo na massa, mas os amantes queijeiros comem queijo com um pouco de massa. Esse food truck em Camden Town serve massa fresca que mergulha, como o nome sugere em inglês, em uma roda de queijo gigante. Você pode acrescentar pancetta, cogumelos ou tomate seco.

Champagne and Fromage

Aqui champanhe funciona bem com todos os queijos. Além de tábuas de queijos artesanais de diferentes regiões francesas, o restaurante serve um clássico Raclette com batatas “para aquecer o coração”. Uma das outras deliciosas opções do cardápio é o camembert ao forno com trufas, chorizo ou alho e ervas.

Melt Room

O descolado Melt fica no Soho e tem sanduíches de queijo grelhado no qual você pode adicionar cebola, pastrami, beterraba, cogumelo, atum ou frango. Possui também uma opção com mascaporne e nutella e outra com pasta de amendoim. Em datas comemorativas, o queijo derretido é colorido. O menu ainda possui o tradicional fish and chips com bastante queijo derretido em cima, mac and cheese e batatinhas fritas completamente cobertas de queijo cheddar.

Um tour por Southwark, antigo paraíso proibido de Londres

O outro lado do Rio nem sempre foi moderno e cult. Descubra os antigos e os novos segredos da região

Durante séculos, a London Bridge era o único meio de cruzar o Rio Tâmisa. Logo, para chegar até o sul de Londres era preciso passar por Southwark, que na época estava fora dos limites da cidade. A área acabou crescendo e se desenvolvendo através do dinheiro do comércio “turístico”, provindo de vários pubs, prostíbulos e até mesmo atividades proibidas como caça de urso e touro. Era como um Red Light District inglês.

Bankside era o lugar mais famoso da Inglaterra para entretenimento. Duas vezes por semana, mais de mil pessoas entravam no anfiteatro de madeira para assistir touros e ursos mastigando ferozmente os ossos de cães. Acredite se quiser, mas durante o reino da Rainha Elizabeth I era o esporte mais popular em Londres.

gettyimages-3367368_0
Getty Images

Com o passar do tempo, Southwark foi se consolidando como importante região teatral. Hoje são várias as salas de teatro como o famoso The Old Vic e Young Vic – sua “irmã” mais nova com peças mais experimentais – além do Union Theatre, Blue Elephant Theatre, Menier Chocolate Factory – uma antiga fábrica de chocolate, Southwark Playhouse, Theatre Peckham e o Rose Playhouse, o primeiro teatro elisabetano, erguido em 1587. Aberto ao público até os dias de hoje, possui exibições sobre sua história e  também produções de obras contemporâneas, palestras e outros eventos.

Além desses, você pode curtir peças de teatro estreladas por atores famosos e ‘pré-apresentações’ de concertos musicais no National Theatrelocalizado às margens do rio.


Captura de Tela 2018-09-06 às 21.33.16 ONDE TURISTAR

Ao longo do Tâmisa, ficava o Globe Theatre, no qual Shakespeare era acionista. Foi incendiado em 1613, reconstruído no ano seguinte, fechado pelos puritanos em 1642 e derrubado não muito tempo depois. Próximo ao local original, foi construído o Shakespeare’s Globe, uma recriação dos teatros nos quais eram encenadas suas obras. Parada obrigatória para os admiradores do dramaturgo. Saiba como comprar ingressos de teatro aqui.

default

Hoje em dia, “o outro lado de Londres” concentra prédios medievais e modernos como o The Shard, o edifício mais alto de Londres e Europa Ocidental com 310 metros de altura. Por ali você também encontra o Tate Modern. Um dos mais renomados museus de arte moderna e contemporânea do mundo, o Tate abriga exposições permanentes e muitas itinerantes. Em seu acervo permanente, você apreciará obras como ‘As Três Dançarinas’ de Pablo Picasso, ‘Marilyn’ de Andy Warhol, ‘O Beijo’ de Auguste Roudin. No sétimo andar há um restaurante com vista panorâmica do rio Thames e da cidade de Londres. Para quem quiser apenas um lanche, o museu também possui em café à margem do rio. Com acesso pela estação de metrô Southwark ou atravessando a Millenium Brigde a partir da St. Paul’s Cathedral, é fácil chegar.

Captura de Tela 2019-02-10 às 17.03.15

Outro museu imperdível nos arredores, é o Imperial War Museum. Com o slogan “War Shapes Lives”, o museu conta a histórias das pessoas que viveram durante a guerra e mostra vários objetos da época. Entre as exibições, há pinturas e outras obras artísticas da maioria dos conflitos da Humanidade. Não perca as exposições que falam sobre a Primeira e Segunda Guerra Mundial e sobre o Holocausto. Saiba mais sobre os museus incríveis de Londres aqui.


Captura de Tela 2018-09-06 às 21.38.24 ONDE MATAR A FOME

Mercato Metropolitano
42 Newington Causeway

Primeiro mercado comunitário sustentável que tem como objetivo conscientizar e incentivar as pessoas à apoiarem suas comunidades locais. São várias opções de street food do mundo todo com uma faixa de preço entre £10 e £20 por pessoa.

Where The Pancakes Are
85a Southwark Bridge Rd

Lugar perfeito para quem realmente ama panquecas. A massa é feita com farinha orgânica que inclui trigo sarraceno, responsável por reduzir os níveis de colesterol e açúcar no sangue. Possui opções doces e salgadas, além de versões vegetarianas, veganas e sem gluten. Captura de Tela 2019-02-10 às 19.57.31.png

Borough Market
8 Southwark St

Dezenas de barraquinhas com frutas, pães, queijos, petiscos, massas, verduras, pratos quentes, chocolates e outras variedades do mundo todo. Tente chegar cedo, entre às 10h e às 11h para evitar a multidão ou se preferir descontos, vá por volta das 15h.

Padella
6 Southwark Street

Não se desanime com a fila que pode demorar entre 30-45 minutos. Vale a pena esperar. O restaurante é pequeno, mas tem atmosfera agradável, as massas são extremamente saborosas e o preço super amigo com pratos a partir de £4! 

Captura de Tela 2019-02-10 às 11.37.29.png

+13 coisas fora do óbvio para fazer em Londres

Daquelas coisas incríveis e loucas que você só encontra em Londres

PASSEIOS

Tour fantasmagórico
O Ghost Bus Tours mistura terror e comédia numa excursão em um Routemaster da década de 1960. Percorra com um olhar mais sombrio e descubra histórias assombradas de Londres.  Tours acontecem às 19h30 e 21h30. Adultos pagam £23, crianças £15.

Captura de Tela 2019-01-24 às 22.49.35.png

Banheiros históricos
Daquelas coisas que só tem em Londres e para quem quer fazer algo bem diferente! A guia e seu fiel desentupidor te levam à locais históricos relacionados ao passado “fedorento” de Londres! Divertido e ótimo para descobrir mais sobre a história da cidade. O tour (£15) tem ponto de partida na platforma 19 na Estacao de Waterloo, ao lado do banheiro público. Mais info em: http://lootours.com


Falando nisso…
Muitos banheiros públicos, principalmente da Era Vitoriana, foram transformados em baladas, bares e cafés. É o caso do Attendant em Fitzrovia, por exemplo, em que a restauração levou dois anos. O café serve brunch, café da manhã e almoço.

Captura de Tela 2018-07-05 às 21.37.37
The Attendant/Divulgação

Nesse post você descobre alguns que hoje estão abandonados e aqui uma lista de banheiros que pode usar perto de atrações turísticas. Outro fato interessante da cidade que é também bem nojento e bizarro, é o banheiro “underground”. Não, ele não fica no metrô. Para evitar que os homens que não podem esperar e usar um banheiro como um ser humano normal urinem nas ruas, a prefeitura disponibiliza uma espécie de cabine circular, nem tão discreta. Nas noites de finais de semana e alguns feriados, o “urinol”simplesmente sobe à superfície. Os rapazes simplesmente abaixam as calças e fazem xixi ali na frente de quem estiver passando. Depois falam que amamentar em público que não pode. … 

Captura de Tela 2018-07-05 às 21.06.01
Os “pop-up urinals” funcionam até às 3 da manhã para evitar que os homens se aliviem no meio da rua



AFTERNOON TEA 

Depois do sucesso do chá da Bela e a Fera, o Town House at The Kensington apresenta seu novo Afternoon Tea inspirado em pontos turísticos de Londres. A partir de £42
Captura de Tela 2019-01-24 às 21.19.56.png

O Afternoon Tea no Cutter and Squidge é inspirado bruxaria é perfeito para os fãs de Harry Potter. Para ficar completamente imerso na experiência, funciona como uma aula de poções e os “bruxos” criam suas próprias bebidinhas. Preços a partir de £49.50 para adultos, £39.50 para crianças.

Captura de Tela 2019-01-24 às 20.39.34.png

Para conhecer outros locais incríveis para um chá da tarde, clique aqui.

Mais um na lista para pottermaníacos
Tirando a parte de voar com uma vassoura, dá para praticar Quadribol em Londres. Você pode participar do time principal, o Unspeakables aqui.


Tipos inusitados e criativos do tradicional chá da tarde não faltam em Londres. A B Bakery oferece um passeio no ônibus de dois andares pelos principais pontos turísticos de Londres enquanto você se delicia com bolinhos, sanduíches e chá. A partir de £45.

a9.jpg


O Lady Dinah possui decoração inspirada no país das maravilhas e serve um afternoon tea vegan (£25). Extremamente requisitado, é preciso reservar com antecedência pelo site. A entrada custa £10, inclui uma bebida e você pode ficar até 90 minutos. Não é permitido alimentar os animais nem tirar fotos com flash.

Captura de Tela 2018-07-05 às 23.13.24
Alguém estava de olho nos bolinhos/Divulgação


Falando nisso..
Gatos eram animais de estimação mais populares do que cachorros no Reino Unido até 2014. A maioria dos apartamentos não permitem cães (apenas guias) ou nenhum outro tipo de animal (alguns agora abrem uma exceção para os felinos desde que sejam de uma raça mais domesticada e “indoor” como Ragdolls. Um dos motivos é o Ato de Bem-Estar de Animais de 2006, que prevê um ambiente de vida adequado para pets, como um lar com jardim.


JANTAR

Jantar num trem do metrô londrino tem alta demanda. O cardápio elaborado pela chef colombiana Beatriz Maldonado Carreño oferece quatro pratos e inclui sobremesa. Reserve aqui.

yes.jpeg


Dans Le Noir
Uma experiência gastronômica que incentiva os participantes a reavaliarem a sua abordagem à alimentação. Você é servido por garçons cegos e come na escuridão total, assim você se concentra apenas no sabor, no cheiro e nas texturas. São quatro menus misteriosos codificados por cores. Para reservas, clique aqui.

Banquete Medieval
Que tal se juntar ao rei e sua corte num banquete real? Em apenas uma curta caminhada da Tower Bridge e da Torre de Londres, o jantar inclui performances teatrais e luta de espadas regadas à vinho, cerveja e prosecco.  Entre os pratos, você pode experimentar frango assado em molho tradicional medieval com batata assada e legumes, de sobremesa uma torta de frutas. Há opção vegetariana. Aluguel de fantasia £10; £ 5-10 para chapéus medievais.

Captura de Tela 2019-01-24 às 23.22.33.png


Guerra de Travesseiro
Sim, Londres tem uma guerra de travesseiro todo ano normalmente no mês de abril. A ideia começou nos Estados Unidos para trazer alegria aos adultos. O evento acontecia na Trafalgar Square, mas a prefeitura tentou proibir em 2014 e o local teve que ser mudado. Travesseiros de penas não são mais permitidos em proteção aos animais. Confira dia e endereço aqui.

international-pillow-fight-day-trafalgar-square-london-2-1024x680

Hackney City Farm 
A Hackney City Farm é uma pequena fazenda no meio da cidade e você pode fazer amizade com os animais que lá vivem; cabras, ovelhas, galinhas e burros, bem como alguns pequenos animais como coelhos e porquinhos-da-índia. Localizada no leste de Londres, fica aberta o ano inteiro, de terça a domingo das 10h às 16h30. A fazendinha também possui uma loja uma loja (livre de embalagens) com produtos orgânicos, como nozes, grãos, massas, ovos, ervas e óleos.

Londres tem um lado nem um pouco convencional
Se você gosta de fazer coisas malucas e diferentes, Samantha Rea é uma colunista irreverente e conta em detalhes como é ser massageada com azeite por estranhos e explica como foi uma aula de como ser amarrada (com roupas ou sem). Para aqueles que gostam de ficar como vieram ao mundo, podem conferir uma sessão de yoga, nadar ou caminhar nu através do site Naturist London ou participar do No Trousers Tube Ride, um evento anual em que as pessoas usam o metrô sem calças. O evento faz parte do mundial No Pants Subway Ride, que começou em Nova York em 2002 e desde então se espalhou para mais de 60 cidades em todo o mundo, incluindo Tóquio, Jerusalém e Moscou.

no-trousers-tube-ride-underground

Foto: @ohgodknows

 

 

 

+5 caixinhas por assinatura para conhecer e ser feliz

As chamadas “subscriptions boxes” (caixas por assinatura) são uma pequena grande obsessão do britânicos.  Por aqui, é possível receber tudo o que você imagina pelo correio, como se fossem presentes de aniversário todo mês enviados por admiradores secretos.

post-box-2691454_1280


Para quem gosta de cerveja e quer experimentar novos sabores, a Beer52 inclui garrafinhas ou latas de marcas artesanais, além de uma revista e um petisco para acompanhar. Escolha entre leve ou mais encorpada e os especialistas vão selecionar o que mais combina com você. 8 garrafas por £24 ao mês, 10 garrafas por £29. A primeira é grátis, apenas se paga a taxa de entrega £5,95.

beer52


A Majestic Wine possui o clube de assinatura Wine Concierge, que pretende deixar a arte de apreciar vinhos mais tranquila e interessante. A caixa possui uma cuidadosa seleção de vinho branco, tinto ou mix. Ótimo para quem quer conhecer novos vinhos de várias partes do mundo. A primeira caixa com 3 garrafas é gratuita. Acesse o link para explorar todas as opções https://www.majestic.co.uk/wine-concierge

wine1


Uma boa ideia de presente para amigos, parentes ou para você mesmo é a assinatura de livros! O Willoughby Book Club oferece vários tipos de caixas, inclusive para bebês, crianças e adolescentes, além de literatura contemporânea e clássica. Para quem busca uma leitura diferente do óbvio, pode escolher receber livros de receitas, de jardinagem e até mesmo história natural. Se nenhuma dessas se enquadra no seu estilo, pode solicitar um pacote de assinatura personalizado e exclusivo! Há ainda uma assinatura especial para casais, em que cada um recebe o mesmo livro para ler e comentar juntinhos! A partir de £30 com taxa de entrega inclusa.

Livros1


Não aguenta mais comer sempre a mesma coisa? Tem preguiça de ter que ir toda hora ao supermercado? Acabou sua criativa culinária? Seus problemas acabaram! Toda semana, chefs da Hello Fresh criam deliciosas receitas e incluem cada etapa para você cozinhar refeições rápidas e nutritivas em casa. Você recebe uma caixa com ingredientes frescos e muito bem selecionados, basta optar entre os três tipos, a Clássica, a Vegetariana ou a tamanho Família. É possível escolher a periodicidade, além de quantas e quais receitas quer receber. É fácil e prático, e os pratos ficam bonitos e apetitosos!

HelloFresh1

Outra caixa para refeições práticas e saborosas, é a Pasta Evangelists, massa fresca com os melhores ingredientes italianos. Entrega no Reino Unido todo. Para ter desconto na primeira caixinha, clique no link https://pastaevangelists.mention-me.com/m/wa/vn6df-erica-perazza Buon appetito!

Pasta1


Algum gênio criativo deve ficar sentado num escritório imaginando qual será a próxima caixinha mensal a dar certo. Como já se tem assinaturas de livros, maquiagem, guloseimas e até cerveja, é importante colocar no mercado algo inovador. Que tal detergente para máquina de lavar em cápsulas?  Se a ideia te chamar a atenção, você pode experimentar gratuitamente a primeira caixinha Smol (você paga apenas £1 de entrega).

smol1

 


A Bloom & Wild vai deixar sua casa mais elegante e charmosa com os lindos buquês de flores. Os arranjos são cuidadosamente embalados numa caixinha e é possível escolher um plano mensal, trimestral, semestral ou anual e também enviar como presente. A partir de £18, adquira 10 de desconto na sua primeira compra clicando aqui.

Bloom-and-Wild-2017.png

Heddon St Kitchen, um dos restaurantes “baratinhos” do Gordon Ramsay

Vale a pena conhecer um dos vários restaurantes da rede do famoso chef Ramsay?

Gordon Ramsay nasceu na Escócia, cresceu em Stratford-upon-Avon e ganhou fama no mundo todo. No total, seus restaurantes já ganharam 16 estrelas Michelin.

Heddon Kitchen Street é um deles e fica pertinho de Piccaddily Circus, numa pequena travessa da Regent Street. Com uma decoração bonita e moderna, é considerado “baratinho” porque os outros são mais alta gastronomia e têm preços mais salgados. O seu principal oferece um menu por £185 por pessoa. Já comentei dele nesse post.

CroppedFocusedImage1920108050-50-25-Sign-Wine
Divulgação

O restaurante é considerado uma brasserie europeia. Possui menu a la carte, no qual o carro chefe é o “beef Wellington”, bife de filé com patê e duxelles, que é então envolvido em massa folhada e assado.

Captura de Tela 2018-07-12 às 23.21.13

 

Mas o que vale mais a pena é o menu especial de almoço & jantar (ou como eles chamam “pré-teatro”). Durante os meses mais quentes, alguns pratos podem variar e o “summer menu” inclui uma bebida (taça de vinho rosé ou cerveja).

2 pratos £19
Entrada + prato principal OU prato principal + sobremesa

3 pratos £23
Entrada + prato principal + sobremesa

Acompanhamentos custam £5

*preços de 2018

Pedi o hambúrguer. A carne era bem grande e de qualidade, mas com certeza não foi o mais saboroso que comi. No menu a la carte, custa £18,75 e inclui batata frita. De sobremesa, escolhi o “ice cream bar”. O nome chama a atenção (principalmente de crianças como eu), mas não achei nada demais. Tinha casquinha ou potinho e vários chocolates para por em cima. O preço a parte é £6.

CroppedFocusedImage1920108050-50-16-HSK-Candy-Bar
Ice cream bar

Pelos padrões de Londres, o menu é “barato”, ainda mais num restaurante que leva o nome de um chef tão renomado. Mas achei mais uma “marca”. A comida não é nada incrível (já comi melhor em lugares BEM mais baratos, quem nunca), mas além disso achei o serviço péssimo e pelos comentários no Foursquare e no Google não foi só eu. Só para lembrar que em Londres a gorjeta é comum, mas aqui já inclui os 12,5% na conta. Muita gente também reclama que os garçons e garçonetes forçam muito a barra para você pedir bebida alcoólica. E parece que se você não pedir um bom drink, cometeu um crime. Quem serviu a gente tava de um mau humor só e ainda errou a conta duas vezes.

Bom, essa foi minha experiência. Não foi horrível, mas simplesmente achei que não valeu a pena, não saí satisfeita mesmo gastando boas libras. É um dos restaurantes “mais baratos”, mas ainda é caro – ainda mais em libras. Se você for e tiver uma experiência mais positiva, compartilhe nos comentários!

 

Confira mais dicas e vídeos no Instagram!
http://www.instagram.com/ericanopolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O luxuoso bairro de Chelsea, Londres

Restaurantes bacanérrimos, lojinhas fofas

Com suas casinhas fofinhas e coloridinhas na Bywater Street, mas que custam vários milhões de libras, Chelsea possui um glamour discreto. É comum “esbarrar” em celebridades nos arredores da praça Duke of York e suas lojas sofisticadas. Você pode explorar o bairro e ostentar um brunch de domingo no Bluebird (350 King’s Road), um dos preferidos dos locais.

Ou talvez fazer uma extravagância e gastar metade do seu salário no restaurante do chef Gordon Ramsay (68 Royal Hospital Road). O menu do almoço apresenta três pratos (incluindo sobremesa) por meras £70 por pessoa. Há também um menu de degustação chamado Prestige com 6 pratos por £155 e o da menu da estação com 7 pratos por £185. Serve também a la carte e opções vegetarianas.  O dress code exige camisa e blazer para os cavaleiros; nada de camisetas, shorts, roupas esportivas, nem calças jeans rasgadas e tênis de qualquer tipo.

*preços não incluem a taxa de 12,5% de serviço 

CroppedFocusedImage1920108050-50-RHR-Pigeon-2-final
Foto: Gordon Ramsay Restaurant


Bom, talvez seja melhor apenas se perder nas ruas cheias de personalidade sem gastar nada. E ainda dar um pulo na 
Saatchi Gallery (King’s Road) que tem entrada gratuita. Para mergulhar em arte contemporânea, sempre com novo para conferir. A galeria tem como missão mostrar jovens artistas desconhecidos, dando-lhes uma plataforma para exposição. Abre todos os dias, das 10h às 18h.

3
Foto: Saatchi Gallery

 

O National Army Museum é outro passeio grátis pelo bairro. Através de todo o acervo do museu é possível entender como o exército britânico ajudou a moldar o desenvolvimento da Grã-Bretanha, da Europa e do mundo. O bacana é que funciona até às 20h toda primeira quarta-feira de cada mês.

Se o dia estiver com tempo bom, continue seus passeio até o Chelsea Embankment que oferece uma linda e tranquila vista para o Rio Tâmisa.

london-2015562_1280.jpg

Se a fome bater, a pedida é o não-é-barato-nem-tão-carésimo The Ivy Chelsea Garden lembra, como o nome sugere, um agradável e elegante jardim. O cardápio oferece ótimas opções desde o café da manhã até o jantar. Serve waffles deliciosos por £8.95.

Aliás, falando em jardim, o Chelsea Physic Garden (£10.50; 66 Royal Hospital Road) é o mais antigo jardim botânico de Londres  sendo aberto em 1673 e abriga cerca de cinco mil tipos de plantas. O bairro de Chelsea também fica todo florido no mês de Maio durante o Chelsea Flower Show – mostra de flores mais prestigiada do mundo, que inspira e lidera o caminho no design inovador de jardins.

Captura de Tela 2018-06-23 às 19.22.01
Foto: The Ivy Chelsea

 

Para comidinhas e afins mais acessíveis, o Chelsea Farmers’ Market acontece nos meses de Maio à Outubro às quartas (14h às 18h) e sábados (8h às 13h) e oferece uma excelente variedade de alimentos de alta qualidade e produtos artesanais. Durante os meses de Novembro até Abril, dá lugar ao mercado de inverno das 9h às 13h, todo sábado.

Pela King’s Road, é possível encontrar lojinhas independentes e estilosas entre as boutiques de luxo. Mas Chelsea não vai te fazer esquecer tão fácil que é um dos bairros mais exclusivos da cidade, e por ali você encontra a Cheyne Walk, onde moram as pessoas mais ricas da Inglaterra (e do mundo!). As casas chegam a custar mais de 7 milhões de libras, algumas já foram endereços dos roqueiros Keith Richards e Mick Jagger, do escritor Bram Stoker, entre outras personalidades, inclusive antigos primeiros ministros. As propriedades na Sloane Square também abrigam casas nada humildes de milionários, apelidados de Sloane Rangers.

52788_LCD150093_IMG_11_0000_max_656x437
Foto: Rightmove UK

 

Os amantes de futebol podem fazer um tour (£19) pelo estádio do Chelsea FC, o Stamford Bridge. Para chegar até lá, a estacão do metrô mais próxima é Fulham Broadway (District Line).

800px-Stamford_Bridge_-_West_Stand
Foto: The Stadium Business

 

Para finalizar sua visita por Chelsea com chave de ouro, faça uma parada no Venchi e delicie um verdadeiro gelato italiano. São mais de 20 sabores para escolher.

Captura de Tela 2018-06-23 às 20.09.48.png

 

A tradição do chá e onde encontrar o Afternoon Tea ideal em Londres

Um guia completo sobre o chá da tarde inglês

No Reino Unido, se bebe mais chá do que água. São cerca de 165 milhões de xícaras por dia, ou seja, mais de 60 bilhões por ano. A média de café é de apenas 70 milhões xícaras diárias. Apesar disso, nenhum país que compõe o reino de Elizabeth está entre os maiores produtores de chá do mundo. O topo pertence à China, seguida da Índia e do Quênia.

Por aqui, o chá é levado bem a sério. Você pode ser julgado como toma a bebida; colocar uma colherinha ou mais de acúcar é até aceitável, mas leite antes da água quente e do sache é um crime imperdoável. Existe até a cor perfeita do chá pela quantidade certa de leite. Sim, eu também acho estranho tomar chá com leite, ainda mais esse chá preto horroroso. O tipo mais comum é o English Breakfast, uma infusão feita a partir de uma mistura de chás pretos de Assam, Ceilão e Quênia, e o famoso Earl Grey é um chá robusto infundido com um toque de óleo de bergamota. Mas existem mais de 1500 tipos de chá por aqui e para cada tipo tem sua forma ideal de beber.

Origem do chá da tarde
Algumas versões sobre o início desse ritual inglês dizem que se deu no Sri Lanka ou Índia, quando em 1800 a sétima duquesa de Bedfort, Anna sentia fome entre o almoço e o jantar e então começou a tomar chá todas as tardes. Para acompanhar eram servidos bolos, pães salgados, doces e torradas.  

Outra versão mais aceita por historiadores aponta que no século XVII, a princesa Catarina de Bragança, recém casada com Carlos II, ficou resfriada numa viagem ao reino Unido. Ela pediu que a corte lhe servisse um chá quente, este foi servido com ervas chinesas e para seu agrado doces variados e geléia de laranja foram servidos. Dizem ainda que ela ordenou que fosse servido em porcelana chinesa, ao contrário das canecas de metal usadas na época. A partir de então, a monarquia e a classe alta adquirou o hábito e até passou a dar “tea parties”.

flower-3157393_960_720

Apesar da fama do chá das cinco, os britânicos não têm horário marcado, bebem várias xícaras ao longo do dia, seja junto com o café da manhã, de tarde com biscoitos ou até durante o jantar para acompanhar uma lasanha (!). Em sua apresentação mais elegante, é servido como o Afternoon Tea, uma refeição composta de sanduíches, scones com creme e geléia, doces e bolos. O scone é um bolinho inglês, geralmente feitos de trigo, cevada ou aveia, e às vezes levam frutas na massa. Atualmente, o Afternoon Tea não é algo tão comum no dia a dia dos britânicos. Em geral, o costume é usado para celebrar eventos sofisticados ou especiais como um noivado ou até mesmo chá de bebê. A experiência também se tornou uma atração turística, por isso cafeterias, hotéis e lojas de departamentos focam nos estrangeiros e enfiam a faca no preço. É bom ficar atento às “ciladas”, porque tem muitos lugares caros e ruins! Ah, na maioria dos locais você pode repetir as guloseimas quantas vezes quiser.

São mais de 800 lugares em Londres que oferecem o chá da tarde tradicional ou versões mais modernas e diferentonas, o difícil é saber qual escolher.

Afternoon tea at Palm Court, The Ritz Hotel
Localizado no bairro da riqueza, Mayfair, é o mais famoso e luxuoso Afternoon Tea de Londres. Servido elegantíssimo Palm Court (que aliás tem até dress code!) são 18 variedades de chá, sanduíches finamente cortados, scones recém-assados com geléia e creme de leite e uma variedade de delicados doces. O Ritz chegou a receber um certificado de louvor no Afternoon Tea Awards 2016 em reconhecimento aos seus altos padrões no serviço de chá. Preços a partir de £57 por pessoa.

Confira outras opções semelhantes: Claridges Hotel, The Savoy, The Dorchester, The Connaught

ritz_palm_court.jpg


Afternoon tea at The Gallery,
Sketch
Todo estiloso e rosa, o Sketch serve o Afternoon Tea com toques franceses; inclui sanduíches com caviar e macaroons e custa a partir de £59 por pessoa. Já falei dele aqui.

DS_gallery_new_1.jpg


Charlie and the Chocolate Factory Afternoon Tea,
One Aldwych 
O hotel se inspirou no filme A fantástica fábrica de chocolate para criar este chá cheio de delícias que incluem desde bolinhos de chocolate, chocolate quente e até algodão doce; £45 por pessoa. Vencedor do ‘Melhor Chá da Tarde em Londres’ pelo Bookable em 2017.

OB296874_942long

Mad Hatter’s Afternoon Tea, Sanderson Hotel
O Chapeleiro maluco te espera no Sanderson Hotel para um irreverente chá da tarde,  baseado em Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll – £48 por pessoa

mad-hatters-afternoon-tea-at-sanderson_mad-hatters-afternoon-tea-at-sanderson_4e77e663e3d5f33b74509e02846e4aec

Charbonnel et Walker Afternoon Tea, May Fair Kitchen
Outro Afternoon Tea para os maníacos por chocolate que possui bolinhos de chocolate, bolo de laranja, donuts e tiramisu com raspas de chocolate e trufas da Charbonnel et Walker, marca de chocolate mais antiga do Reino Unido que data desde 1875. £35 por pessoa.

Opções semelhantes: Chocolate and Orange Afternoon Tea no Park Grand Hotel (a partir de £13 pelo Groupon)

may-fair-hotel-high-tea-justindesouza1600

 

Afternoon tea at Diamond Jubilee Tea Salon, Fortnum & Mason
Um das experiências mais clássicas, talvez seja na loja de departamento Fortnum & Mason, afinal o salão de chá foi inagurado pela própria Rainha Elizabeth. A extensa seleção de chás da Fortnum & Mason de várias partes do mundo possui mais de 50 tipos  de chá (£49 por pessoa) e inclui blends raros (£53). Há uma opção para degustar chás e aprender como cheirar e saborear o chá da maneira certa (extra £12.50). Oferece versão apenas salgada e também bolinhos e sanduíches sem gluten e vegan.

Confira outras opções semelhantes na Harrods (£55 por pessoa).

the-diamond-jubilee-tea-salon-westminster-london-1

 

Afternoon Tea com vistas incríveis
Localizado no topo da Torre 42, um dos edifícios mais altos de Londres, o Vertigo42 tem oferece uma experiência memorável com vistas panorâmicas dos marcos mais emblemáticos de Londres como o The Shard e Tower Bridge. A partir de £32 para duas pessoas pelo Groupon. O Aqua Shard também fica nas alturas e capta os principais pontos do leste da cidade, como o The Gherkin e a St. Paul’s Cathedral. O ideal é reservar com um ou dois meses de antecedência (£45 por pessoa).

aqua_shard_tea

Pelo site Afternoon Tea UK você pode visualizar todos os locais disponíveis no Reino Unido.