Dicas de Lille, na França

O charme e a culinária da França está apenas a uma hora de trem

Caminho para Paris pelo Eurostar e para Bruxelas de carro, Lille às vezes é meio esquecida no mapa, uma das mais menosprezada cidades da França. Mas a cidade não é feia nem pequena, oferece várias belas atrações e claro, as delícias da culinária francesa.

Captura de Tela 2018-09-06 às 21.36.05 EURO



engels-receptioniste_318-51269 
A língua falada é o francês, mas por ser tão perto da Inglaterra muitos têm o inglês como segundo idioma.


Captura de Tela 2018-09-06 às 21.36.13 Como o restante da Europa, a época com clima mais ameno é entre a Primavera e o Outono.


Captura de Tela 2018-09-06 às 21.26.55  O ideal é ficar no centro.


#DICA
Você pode ir de Lille por Londres de trem (1h15) pagando bem pouco. O site Eurosnap (da própria Eurostar) vende bilhetes a partir de £25 cada trecho. Você pode comprar com até três semanas de antecedência e escolher se prefere ir pela manha ou pela tarde; dois dias antes o horário confirmado de cada trem é enviado para seu e-mail. Além de Lille, há trens para Paris, Bruges e Bruxelas. É um sistema com assentos de última hora, não é possível mudar o horário do trem nem reembolsar, mas vale bastante a pena. Clique aqui para mais infos.

lille-3585377_1280

Captura de Tela 2018-09-06 às 21.38.24

Dois lugares que você simplesmente não pode deixar de experimentar durante sua viagem à Lille: a pizzaria napolitana Papà Raffaele (que antes mesmo de abrir já possui fila de espera) e a confeitaria Meert fundada em 1761. Famosa por ter até hoje uma das primeiras receitas de waffle, Meert também possui um elegante salão de chá.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é homepage_shop-gaufres402x.jpg

Captura de Tela 2018-09-06 às 21.33.16

Grand Place Lille

Com todo o charme da arquitetura do século XVII ao XX, a Grand Place é o local de encontro favorito dos locais. No centro da praça, você pode apreciar a estátua “Deusa” que celebra a resistência da cidade durante o cerco austríaco em 1792.

The Vieille Bourse

A Antiga Bolsa de Valores construída entre 1652 a 1653 e composta por 24 casas para rivalizar com a da Holanda. Centro das transações de Lille, hoje abriga livrarias de segunda mão.

Catedral de Notre Dame de la Treille 

Desde a Idade Média, a cidade de Lille era conhecida por sua milagrosa estátua da Virgem protegida por uma treliça de ferro (de la Treille). Mas foi só apenas em 1854 que nasceu a ideia de construir uma imponente basílica. Guerras e algumas dificuldades financeiras impediram planos do projeto inicial de 132 metros de comprimento, com pináculos atingindo mais de 115 metros. Somente na década de 1990 que o financiamento público permitiu conclusão da fachada principal.

lille-3561976_1280

Bordeaux, a bela adormecida da França

A cidade francesa vai te fazer sonhar acordado com as maravilhas que proporciona

Bordeaux é famosa pelos vinhos. “Mas eu não curto vinho, será que vale a pena ir?”. Ah, junte-se à mim. Dá para aproveitar cada pedacinho da cidade do mesmo jeito. O vinho não precisa ser o protagonista na sua viagem.

Nós ficamos em um Airbnb (se você ainda não tem perfil, clique aqui para obter desconto na primeira reserva) – mas há vários hotéis com preços decentes pelo centro.

bordeaux-3387797_1280

O ideal é ficar pelo menos dois dias inteiros para dar uma respirada e ter um tempo razoável de conhecer tudo. Quer dizer, tudo não vai dar, mas os pontos principais é possível ver em um dia. Se der tempo, não deixe de fazer um bate-volta de trem até a fofíssima Saint-Émilion!

Se for no verão, prepare-se. As temperaturas podem chegar a 39ºC, mas também chove bastante!

Fiz o Free Walking Tour (aqueles que você paga uma pequena gorjeta) no final no meu último dia e ainda deu tempo de fazer mais algumas paradinhas antes de seguir para o aeroporto. Tudo fica bem pertinho e dá para ir a pé de um ponto ao outro. A charmosa Place de la Bourse dá de frente ao maior espelho d’água do mundo, o Miroir d’eau. A praça é cartão-postal da cidade, foi construída entre 170 e 1775. De lá você pode seguir até o Porte Cailhau, que foi a principal entrada de Bordeaux e a Pont de Pierre que corta o Rio Garonne. O surpreendente Grand-Théâtre também fica próximo e você pode terminar a caminhada para admirar a fonte do Monumento dos Girondinos.

grand-2151219_1280

Bordeaux passou por um intenso processo de revitalização em 1995, que aliás continua até hoje para melhorar a qualidade de vida na cidade. Atualmente o centro é considerado o maior patrimônio urbano do mundo pela UNESCO.

Mas não foi sempre assim. Bordeuax sofreu o que chamam de coma urbanístico devido ao trânsito excessivo, poluição e até mesmo armazéns e lojas abandonadas. Chegou a ser apelidada de la belle endormie (a bela adormecida), mas hoje quem abre os olhos são os franceses de outras cidades e o resto do mundo para apreciar o que Bordeaux tem a oferecer.


A atração principal de Bordeaux é, na verdade, a gastronomia.

Boulangerie de l’Hôtel de Ville
Essa padaria no maior estilo francês oferece mil e um bolinhos e tortas, um mais delicioso do que o outro. Tente ir pelo menos duas vezes!

IMG_5863
Quando tem tanta opção maravilhosa, mas você escolhe o mais simples

Plume Small Kitchen
Esse pequeno restaurante é bem despretensioso, mas é aqui que você terá uma experiência gastronomia tipicamente francesa. Eles brincam com texturas, doce e salgado, proporcionando uma “explosão de sabores”.

IMG_5860

SiP
Para quem não consegue viver 24 horas sem café, o Sip é um lugar descoladinho que oferece bebidas quentes de primeira qualidade.

IMG_5823

Edmond Pure Burger
E quem disse que fast food também não vale? Um dos melhores hambúrgueres da cidade  e com preços adequados.

Catering
Bagels gigantes e criativos! Serve hot dogs e bebidinhas maneiras também.

Captura de Tela 2018-07-01 às 18.57.05
Divulgação/Instagram

Não deixe de ir ao supermercado em Bordeuax. Além dos bilhões de tipos de queijos maravilhosos, na seção de padaria há eclairs e outros doces franceses para fazer uma leve extravagância.

img_5810.jpg