Rye, uma das cidades medievais mais bem preservadas da Inglaterra

Uma ótima opção de passeio como bate-volta na Inglaterra

Com quase cinco mil habitantes, a charmosa cidade de Rye em East Sussex é uma ótima opção de passeio como bate-volta a partir de Londres. A viagem leva menos de duas horas, com trens partindo da Estação de St. Pancras. Comprando com antecedência, o bilhete custa a partir de £5.

Uma das cidades medievais mais bem preservadas da Inglaterra, Rye era um importante porto fluvial e membro da confederação de Cinque Ports que defendia o Canal da Mancha. Até mais ou menos o século XVI, antes do rio secar, era praticamente rodeada pelo mar. Hoje em dia fica a uma distância de três quilômetros da costa, mas próxima a uma das praias mais famosas da Inglaterra, a Camber Sands. O nome já indica que é uma praia com areia de verdade e ainda por cima com uma outra raridade, dunas! As águas são cristalinas, mas BEM geladas.

Camber-Sands-high-tide
Foto: Beside The Sea

Para uma visita mais histórica, você pode visitar o Castelo de Rye, a antiga igreja de St Mary com origens normandas e a Lamb House, que foi a casa do escritor americano (naturalizado britânico) Henry James.

Um outro grande ponto turístico é a Mermaid Street com casinhas bem conservadas ladeira abaixo. Aliás, algumas casas não têm números, mas sim placas de indicação como “a casa que tem duas portas”, “a casa com a cadeira” e “a casa do lado oposto”.

10625150453_726bf922c1_z
Foto: Pug Girl

Nessa rua, fica a atração mais famosa de Rye, a Mermaid Inn. Aberta em 1156 e reconstruída em 1420, a pousada era conectada com a Ye Olde Bell Inn por uma passagem secreta usada por contrabandistas. Muitos acreditam que eles e suas amantes ainda continuam habitando a casa o que rende algumas historinhas de terror.

Em 1573, a Rainha Elizabeth I ficou hospedada em um dos “aposentos históricos” em que você pode reservar aqui – a partir de £220 por noite com café da manhã. O local também conta com restaurante que serve pratos da alto gastronomia.

Captura de Tela 2019-03-29 às 18.38.49.png


Falando em comidinhas, o The Cobbles Tea Room serve generosos potes de chá, bolos caseiros e o tradicional Afternoon Tea. Se você prefere outro tipo de bebida quente ou mesmo um milkshake, dê um pulo no Knoops. São várias as opções de chocolate com 34% a 100% de cacau, além de chocolate quente branco com raspas de limão.

Captura de Tela 2019-03-28 às 21.35.27.png

 

Depois, faça uma parada de comprinhas, na Crock and Cosy, um “brechó” com itens de cozinha e na queridinha da cidade, Rye Pottery Ltd, que fabrica e vende artefatos de cerâmica.


Foto da capa: Pug Girl 

Mais de 10 coisas imperdíveis para fazer no verão britânico

A melhor época do ano para aproveitar milhares de eventos, festivais e até mesmo praias

 

PRAIAS
Tem gente que ainda não acredita, mas é possível ir à praia na Inglaterra. A partir de Londres, a mais queridinha é Brighton, mas Bournemouth é melhor para encontrar areia de verdade. A cidade fica no sul da Inglaterra e é uma das praias mais fotografadas do mundo. Atualmente é um dos destinos preferidos para quem quer estudar inglês na Terra da Rainha por ter preços mais atrativos do que Londres. Dá para fazer um bate-volta de carro ou de trem.

bournemouth-3419367_960_720

 Já falei nesse post sobre cinco das melhores praias da Inglaterra.

BARES
Os pubs ficam mais lotados do que nunca durante a estação, principalmente após o horário de expediente quando você vai ver vários ingleses felizes aproveitando um solzinho e vários pints. O que também diferencia essa época são os chamados “rooftop bars”, bares no terraço que normalmente têm uma vista excelente de Londres. Por causa do inverno longo e acinzentado, a maioria costuma ficar escondida dentro de casa, do escritório, de museus, mas quando chega o calor, parece que as pessoas brotam de todas as partes e querem ficar no al fresco.  No meio do centro turistão, o The Rooftop tem vista para a Trafalgar Square e a London Eye. Já o Madison te garante o melhor lugar para apreciar a St. Paul’s Cathedral. O Sushisamba, um dos restaurantes mais bonitos de Londres, oferece um bar no alto de seu 38º andar com muita elegância.

Captura de Tela 2018-06-26 às 17.46.47
Divulgação/The Rooftop

Confira os bares mais divertidos de Londres nesse post aqui!

CINEMA A CÉU ABERTO
Para aproveitar enquanto o verão dura, ficar em casa vendo Netflix não rola. Os britânicos arrumam qualquer desculpa para sair durante o calor e os Open Cinemas é uma delas. Os cinemas à céu aberto juntam tudo que simboliza o verão por aqui, principalmente porque inclui o que os londrinos mais amam, cervejas e bons drinks. Você pode virar membro do Rooftop Film Club ou comprar ingressos para cada sessão.

Captura de Tela 2018-06-26 às 17.56.02
The Rooftop Film Club

PARQUES
Fazer um piquenique no parque ou apenas um passeio é quase uma obrigação. Com o tempo bom e sem a típica neblina, dá para ter uma vista privilegiada de Londres nos parques de Primrose Hill, Hampstead Heath, Alexandra e Greenwich Park.

42153007394_36b4eed32e_k
Foto: Ungry Young Man

Confira a lista dos melhores parques de Londres aqui.

TOMAR SORVETE 
Isso parece óbvio, mas de Maio até Setembro é quando você tem chance de ter uma experiência clássica de tomar sorvete das milhares ice cream vans espalhadas por todo o Reino Unido.

27120856506_71393fdcb2_z
Foto: Garry Knight

PRATICAR ESPORTES
A hora é agora, jogar basquete ou futebol no frio não dá. Londres e outras cidades do Reino Unido possuem quadras que podem ser usadas de graça.

PASSEIOS DE UM DIA
O mais imperdível de todos é sem dúvida nenhuma o campo de Mayfield Lavender (clique aqui para ver as dicas). Mas aproveite para desfrutar de cidades próximas como Bath, Oxford e Cambridge.

PASSEIO DE BARCO
Você pode tanto embarcar nos barquinhos turísticos que atravessam o Rio Tâmisa ou alugar o seu e encarar os canais de Paddington, Little Venice e Regents. Uma hora de passeio custa a partir de £59 para até oito pessoas. Mais info: https://goboat.co.uk

Captura de Tela 2018-06-26 às 18.33.47.png

FESTIVAIS
O Reino Unido recebe centenas de festivais durante o verão. Os mais requisitados são:

  1. British Summer Time 
  2. Isle of Wight Festival
  3. Parklife Festival
  4. Reading Festival
  5. Leeds Festival
  6. Bestival
Captura de Tela 2018-06-26 às 18.50.13
British Summer Time de 2017

VER A BETINHA
O evento real mais tradicional é o Trooping the Colour, uma cerimônia realizada pelos regimentos dos exércitos britânico e da Commonwealth. Acontece durante o mês de Junho para celebrar o aniversário da Rainha Elizabeth II. Ela se junta aos outros membros da Família Real na varanda do palácio para assistir ao sobrevoo da Força Aérea Real e dá um pequeno aceno aos seus plebeus.

photo_30

EVENTOS
Ainda acontecem diversos eventos anuais como o Royal Ascot (aquele em que os chapéus das convidadas e membros da realeza chamam mais a atenção do que a própria corrida de cavalos), o fabuloso Chelsea Flower Show e o campeonato de Wimbledon. Muita gente gosta de ver o Carnaval de Notting Hill em agosto. Acho o passeio uma grande cilada, muito cheio, muita confusão e nem se compara com o verdadeiro carnaval brasileiro. O ideal é ir no dia mais familiar por ser mais seguro. Em 2016, pelo menos cinco pessoas foram esfaqueadas e mais de 400 foram presas durante o evento.

1240221513_8b741ab4fd_z
Foto: Cristiano Betta

PISCINAS
Por último, mas com certeza não menos importante: as melhores piscinas da Inglaterra. A Tooting Bec Lido no sul de Londres (£7.50), tem um pouco mais de 90m e é uma das maiores piscinas do país. Abre para não-membros de maio à agosto das 6h às 20h / setembro das 6h às 17h. Estações mais próximas: Tooting Bec e Balham. Em Brighton, a Saltdean Lido possui 40 metros e é aquecida. O passe para o dia inteiro custa £12 para adultos e £8 para crianças. A gigantesca Jubilee Pool em Penzance, na Cornualha, é uma piscina com água salgada e vista para o oceano Atlântico. Ela lembra um cruzeiro e possui formato triangular, custa £5 e abre todos os dias de maio à setembro.

Captura de Tela 2018-06-26 às 21.10.51
Jubilee Pool

A Bude Sea Pool também na Cornualha, é parecida com a Jubilee, famosa por ser “metade mar, metade piscina”. Construída na década de 30, a entrada é gratuita, mas a manutenção depende de doações. Outra com vista para o mar, é a Tinside Lido, em Plymouth. A piscina existe há mais de 80 anos mas seu estilo vintage se manteve com o passar do tempo.

imageresizer
Tinside Lido

Bath é famosa pelos banhos romanos, mas o que pouquíssima gente sabe é que a cidade tem um spa termal absolutamente sensacional. Além de tratamentos e massagens, o Thermae Bath Spa conta com várias piscinas termais com temperaturas à 33ºC. Uma delas fica no topo de seu edifício e é de tirar o fôlego.

Captura de Tela 2018-06-26 às 21.08.49.png

A Inglaterra pode não ser um país tropical, mas existem (por incrível que pareça) parques aquáticos e ótimos por sinal. Um dos melhores é o Splash Landing que faz parte do parque de diversões Alton Towers, que aliás conta com hotel também. Os ingressos custam a partir de £33 para um dia inteiro ou £55 para toda a estação e £16 para o parque aquático. As estações de trem mais próximas são: Stoke-on-Trent, Derby e Uttoxete.

 

Foto de capa: Solent

 

Read more: https://metro.co.uk/2012/03/22/worlds-largest-deckchair-takes-centre-stage-on-bournemouth-beach-362465/?ito=cbshare

Twitter: https://twitter.com/MetroUK | Facebook: https://www.facebook.com/MetroUK/

O que fazer em Brighton, Inglaterra

Brighton é uma das cidades queridinhas da Inglaterra

Há menos uma hora de trem a partir de Londres, Brighton é uma das cidades mais queridinhas da Inglaterra. Apesar da praia ser no estilo típico britânico (pedras e mar gelado), Brighton é agitada durante o ano todo e tem muito a oferecer.


Royal Pavillon

Exótico e com um “que” oriental, o Royal Pavilion foi construído no século XIX para o Rei George IV. Não deixe de conhecer por dentro, seus ambientes inspirados na cultura chinesa, todos coloridos. O jardim durante o verão também é imperdível.  

brighton-815306_960_720
Símbolo da cidade, foi construído no século XIX para o Rei George IV

Brighton Sea Life Centre
O Brighton Sea Life Centre é um dos aquários mais antigos do mundo. Localizado ao norte do Brighton Píer, abriga cerca de 150 espécies de animais marinhos. A visita é imperdível!

Brighton Dome
O Brighton Dome é recheado de programação para todas as idades. O local abriga exibições de fotografia, shows, bailes de Valentine’s Day e Carnaval brasileiro, além de peças de teatro. Há também workshops de dança e teatro.

Brighton Pier
Durante o período de 1824 a 1834, o pier sofreu estragos devido às grandes tempestades. Até que em 1889 ele teve que ser derrubado para ser totalmente reconstruído. Com uma vista linda, o local é muito mais do que um simples ponto histórico. Você pode conhecer as diversas lojinhas e o parque de diversões que possui até trem fantasma! Há opções de cafés e restaurantes para saborear o tradicional “fish and chips”.  

brighton-714240_960_720


Brighton Museum & Art Gallery 

Situado nos jardins do Royal Pavilion, o Brighton Museum & Art Gallery possui ricas coleções de obras de arte. Lá você aprecia exibições de moda até os dias de hoje, Art Nouveau e de culturas da África, Ásia e Américas. 

Brighton Festival  http://www.brightonfestival.org
Desde 1966, o Festival de Brighton acontece anualmente e é um dos maiores da Inglaterra. Durante o mês de maio, centenas de eventos culturais (teatro, dança, circo, música, literatura, entre outros) ao ar livre e em locais fechados são vistos por cerca de 500 mil pessoas.  


COMPRAS

hove-2143789_960_720-2

Churchill Square Shopping Centre Localizado no coração de Brighton, o shopping possui lojas como Apple Store, Lego, Zara, Acessorize, Hollister, HMV, Levi’s, Urban Outfitters e muitas outras. Há também restaurantes e cafés.  

The Lanes A região conhecida como The Lanes poussi várias ruelas estreitas famosas pelo comércio. Lá você vai encontrar lojinhas criativas, outras que vendem objetos antigos ou modernos e jóias.

Dorothy Perkins A loja de departamentos Dorothy Perkins tem coleções mais básicas e opções em conta. Possui vestidos, acessórios e outras peças com estilo.  

Boots É na Boots que você encontra produtos para banho, corpo, maquiagem, perfumes e muito mais. Sempre tem promoções e descontos. Uma loja incrível de cosméticos!

HMV É fã de games? Quer encontrar os últimos lançamentos ou raridades em DVD, CD e Blu-ray? Precisa de uma capa de proteção para seu iPod? Decidiu comprar um iPad ou um celular? Procura ingressos para os shows da temporada? Vá ao lugar certo: a HMV!  

Primark Roupas baratinhas? Isso mesmo! É o que você vai encontra na Primark. Calças jeans por £3, óculos de sol por £2, malas de viagem por £20 e blusinhas que chegam a mera £1. Além de acessórios, lingerie, calçados e até cosméticos.  

Oxford, Inglaterra: uma cidade medieval e inspiradora

Medieval e encantadora, Oxford está mais viva do que nunca. Confira as dicas da cidade!

Cerca de uma hora e meia de Londres, dá para passar mais de um dia visitando Oxford.  A cidade universitária é conhecida não só apenas por ser um centro de conhecimento e cultura, orgulho do Reino Unido, mas também pelo seu charme. A cidade inspirou diversos escritores, principalmente Lewis Carroll, autor de Alice no País das Maravilhas, além de C. S. Lewis (As Crônicas de Nárnia) e J. R. R. Tolkien (O Senhor dos Anéis). Foi apelidada de “A cidade dos sonhos espirais” pelo poeta Matthew Arnold em referência à arquitetura harmoniosa dos edifícios universitários de Oxford.

32655189022_f89df09a59_k
Foto: Alison Day

Universidade de Oxford A Universidade de Oxford foi fundada no ano de 998. Mas foi em 1167, quando o rei Henrique II proibiu que ingleses estudassem na Universidade de Paris, que Oxford começou a crescer. Sua arquitetura medieval, a universidade possui vários prédios espalhados ao seu redor. Cinco reis, 47 ganhadores do Prêmio Nobel, 26 primeiros ministros britânicos, 30 líderes internacionais, 12 santos, 20 arcebispos da Igreja Anglicana, cerca de 50 ganhadores de medalha olímpica e vários outros nomes famosos da humanidade passaram por lá. O local também foi set de filmagens da saga de Harry Potter.

Christ’s Church College Atualmente, a Christ Church é tão famosa pelos seus antigos estudantes quanto por ter sido local de gravações dos filmes de Harry Potter. Fundada em 1524, é um dos maiores colégios da Inglaterra. Conhecer sua infra-estrutura é um ótimo passatempo.

Oxford Museum
http://www.museumofoxford.org.uk
Uma visita ao Museu de Oxford vai fazer você descobrir mais sobre a cidade e seus residentes. Há exposições que falam sobre a época medieval, guerras e literatura. O museu oferece eventos e atividades, as quais você pode conferir a programação no site.

Bodleian Library
http://www.bodleian.ox.ac.uk
Existente desde 1602, é a principal biblioteca da Universidade e uma das maiores bibliotecas do mundo (a segunda do Reino Unido). São mais de 11 milhões de livros e manuscritos e cerca de 250 quilômetros de prateleira!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Foto: Bodleian Libraries

Botanic Garden
http://www.botanic-garden.ox.ac.uk
O Jardim Botânico é maravilhoso, especialmente durante a primavera quando há flores coloridas e as árvores parecem mais alegres e encantadoras. O local deslumbra cerca de 7 mil espécie de plantas, as quais você pode apreciar e conhecer durante um passeio num fim de tarde.

Oxford Castle http://www.oxfordcastle.com
Volte ao período medieval em uma visita ao Castelo de Oxford. O local era usado para manter inimigos da Coroa presos desde 1071. Conheça as criptas, as torres, as passagens e a história instigante do local.

Modern Art Oxford http://www.modernartoxford.org.uk
Fundado em 1965, o museu abriga apresentações e exposições de arte moderna do mundo todo. Você pode conferir a programação no site de eventos educativos e atividades.

Carfax Tower Uma das atrações turísticas principais da cidade. Em 1818, a igreja de St. Martin foi reconstruída, mas devido aos problemas  de tráfego nas ruas, teve que ser demolida em 41896. Sua torre ainda está lá e pode ser visitada diariamente.

Oxford Covered Market
O Covered Market, existente desde 1774, é uma feira tradicional como as outras que vendem de tudo um pouco. Mas a vantagem é que ela é coberta! Em dias chuvosos e frios, é bem mais agradável fazer compras e tomar um chá no local. Com livrarias, confeitarias, quiosques com comidinhas, joalherias, floricultura e muito mais, é um bom passatempo.

Museum of Natural History  http://www.oum.ox.ac.uk
Crianças e adultos se divertem no Museu da História Natural. Impressionante com seus esqueletos de dinossauros expostos logo na entrada, você vai aprender várias curiosidades sobre esses e outros animais.

Museum of the History of Science www.mhs.ox.ac.uk
O museu conta a história da cidade e seus cidadãos. Há várias exibições com instrumentos científicos, eventos e atividades para todas as idades e uma lojinha interessante do museu.

Palácio de Blenheim http://www.blenheimpalace.com
O majestoso Palácio de Blenheim foi construído pelo Duque de Marlborough. Graças as suas vitórias na Guerra, a Rainha Anne lhe concedeu a posse de um terreno e o título de duque. Possui uma arquitetura belíssima. Entre os destaque da visita estão o Great Hall, Green Drawing Room, Red Drawing Room, o Saloon, as três State Rooms, Biblioteca e Capela. Blenheim fica na cidade de Woodstock, pouco ao norte de Oxford. Há linhas de ônibus que partem para lá.

Ashmolean Museum http://www.ashmolean.org
Suas galerias dispõem de grandes tesouros desde a era Paleolítica As galerias do Ashmolean dispõem de grandes tesouros desde a era Paleolítica até a época da Rainha Victoria. Há inclusive exposições de arte do Oriente Médio, China e Índia.

Sheldonian Theatre
http://www.ox.ac.uk/subsite/sheldonian_theatre/sheldonian_theatre
O Sheldonian Theatre foi erguido entre 1664 e 1668 e é considerado uma das jóias arquitetônicas de Oxford. Na programação, há sempre eventos como festivais de literatura e orquestras.

sheldonian

LOJAS

Antiques on High, 85 High Street
http://www.antiquesonhigh.co.uk
Quem gosta de colecionar, vai se divertir encontrando antiguidades nessa loja. Há uma grande variedade que vai de jóias e objetos de prata a livros e roupas.

Frederick Tranter, 37 High Street
http://www.fredericktranter.co.uk
Se quiser encontrar um presente diferente vá à loja Frederick Tranter. O local sugere que você encontrará objetos de gentlemen como cigarros, charutos, cachimbos, acessórios para se barbear, canivetes, entre outros.

Alice’s Shop, 83 St Aldates
http://www.aliceinwonderlandshop.co.uk
Essa loja aparece nos livros de Lewis Carrols e era originalmente chamada de Old Sheep Shop na qual Alice comprava doces. Hoje, a Alice’s Shop vende de tudo um pouco e é um verdadeiro país das maravilhas. Você encontra bonecas, chaveiros, porcelanas, relógios, entre outros sourvernirs de Alice.

6369808043_b0fd07801a_b
Foto: Ben Sutherland

University of Oxford Shop http://www.oushop.com
A loja da Universidade de Oxford vende cachecóis, moletons, toucas, camisetas básicas e também pólos com estilo de rugby. Além disso, há também bolsas, canecas, chaveiros, relógios, calendários, baralhos, livros e cadernos.

Brora Cashmere http://www.brora.co.uk
Proteja se do frio com elegância. A loja vende cashmere escocês de várias cores para homens e mulheres. Cintos, cachecóis, vestidos, sapatos e colares estão disponíveis também para você compor seu visual.

Rowell of Oxford Jewellers http://www.rowellofoxford.co.uk
Tudo bem se você não tiver dinheiro suficiente ou não queira fazer uma proposta de casamento por enquanto. A visita a Rowell não tem preço. Existente desde 1797, estabelece-se como uma das joalherias mais antigas de Oxford. O local já forneceu colares, anéis com pérola, diamante e ouro até para a realeza. Aproveite para dar uma espiada nos novos e antigos relógios e barômetros.  

NOITE

Thirst Bar, 7-8 Park End Street
http://www.thirstbar.co.uk
Se você tem sede de diversão, vá ao Thirst Bar. As noites começam lá pelas setes horas da noite e costumam terminar às três da manhã com muito dance music rolando na pista.

Old Fire Station, 40 George Street
https://oldfirestation.org.uk
Depois de um dia de estudos, trabalho ou de passeios, a The Old Fire Station que é também um centro cultural, agita as noites de Oxford. O bar tem boas seleções de drinques e os DJ’s animam o pessoal na pista.

 

FOTO DE CAPA: sagesolar

 

Bate-volta saindo de Londres

Cidades próximas de Londres você tem que ir pelo menos uma vez

Brighton

Há menos uma hora de trem, Brighton é uma das cidades mais queridinhas da Inglaterra. Continue Lendo “Bate-volta saindo de Londres”

Dicas de Dover, Inglaterra

Localizada na pontinha da Inglaterra, em Kent, sul da Inglaterra, Dover possui o maior porto do Reino Unido. Se você vem de balsa até a Inglaterra, a primeira coisa que avistará são paredes montanhosas brancas, os White Cliffs of Dover.

Dover era o grande destino de férias dos ingleses, mas hoje em dia eles preferem ir até a Espanha e França. Afinal, as cia aéreas oferecem voos mais baratos e  ir de trem até Paris é prático. Além disso, basta pegar um ferry a partir de Dover até Calais. As balsas levam 1h30 e custam por volta de £30. São cerca de 85 viagens diárias até Calais, verifique os horários aqui.

 

img_1794

COMO CHEGAR: A opção mais barata é ir de ônibus pela National Express. A viagem dura 2h30 e custa por volta de £10. Para um pouco mais de conforto, os trens diretos levam entre 1h40 e 2h20 até Dover Priory e partem das estações King’s Cross, Victoria ou Charing Cross. Para adquirir  sua passagem, clique aqui.

ONDE SE HOSPEDAR: Não há muitos hoteis, mas o booking.com dispõe de várias guest houses (pousadas) a bom preço.

DICA: Você pode simplesmente fazer um bate-volta a partir de Londres ou preferir se hospedar em Canterbury, cidade bonitinha e charmosa próxima a Dover. Canterbury é mais agitada e tem mais a oferecer.

Apesar da cidade ser agora mais parada, vale a pena fazer uma curta visita. O Castelo de Dover, um dos únicos a não ser dominado por inimigos, é uma das belas atrações turísticas da cidade. Já a praia é bem diferente do que você está acostumado no Brasil, dê uma espiadinha sem muitas expectativas.

Mas claro, o grande ponto alto da viagem é sem dúvida as White Cliffs. Reserve pelo menos de duas a três horas para chegar ate lá, explorar e apreciar a paisagem. A entrada é gratuita e a vista sensacional. Num dia ensolarado e com céu limpo, é possível ver a costa francesa.