Peregrinari ergo sum

Do latim: Viajo, logo existo.

Por que eu não gosto de personagens femininas de autoras mulheres

Eu já nem curto muito cantoras femininas. É muito glitter, muito rebolado, muito talento desperdiçado, muito playback, muita música de baladinha sem profundidade nenhuma. E essa pós-modernidade afeta também as personagens femininas de autoras atuais.   Por que elas me irritam:   a) Elas são sempre fofinhas demais, inocentes, confusas e completamente unidimensionais. Eu não … Continuar lendo Por que eu não gosto de personagens femininas de autoras mulheres

Vinte poucos anos

A idade chega. Sabe como é. Sentimos dor nas costas e nos setimos mais ranzinzas, mais rabugentos. Passamos a reclamar por hobby. Reclamamos do que elavador que demora, do trânsito, do copo sujo no restaurante, dos impostos, da fatura do celular, dos nossos irmãos preguiçosos, do céu aveludado sem estrelas. Isso quando temos uns dois, … Continuar lendo Vinte poucos anos

Embalos

É... acho que a idade chegou pra mim. O sono e a meia-noite se aproximam, e quando o sol aumenta a distância entre eles.  Agora me levanto junto a luz dourada. É... e hoje eu vou trabalhar enquanto eles, os noturnos, vão se deitar e ter sonhos descansados. Não me queixo, não. Efemeridade dos momentos, da … Continuar lendo Embalos

Real vs Fantasia

Um final imprevisível Fotógrafa canadense mostra princesas depois do Era Uma Vez… E viveram felizes para sempre. Esta é normalmente a última frase de livros de contos de fadas e até de filmes ( inspirados nestes clássicos romances) que fizeram e ainda fazem centenas de meninas inocentes acreditarem ( e suspirarem) lealmente num desfecho perfeito. Sem conflito, … Continuar lendo Real vs Fantasia