27 vantagens em morar na Inglaterra

Muita gente me pergunta por que vale a pena morar no Reino Unido e o que é melhor do que o Brasil. 

Abaixo, segue uma lista com minha opinião decorrente das minhas experiências aqui. Lembre-se: cada um tem uma ponto de vista diferente, você pode concordar e discordar e acrescentar sua opinião nos comentários, mas sem stress, beleza? Ah, e antes que pense que eu “odeio o Brasil”, esse post não é sobre isso, ok?

  1. Transporte público: pode ter suas falhas, mas te leva para todos os lugares. O sistema ferroviária aqui é muito bem desenvolvido, dá para ir para a Escócia e País de Gales de trem – ah, e também para Paris e Bruxelas. Para saber um pouco mais sobre como viajar de trem, clique aqui.
  2. Qualidade dos alimentos. A inspeção é rígida. Dificilmente um escândalo nacional  aconteceria aqui.
  3. Jornada de trabalho e salário. Apesar do custo de vida ser alto, principalmente em Londres, a jornada e o salários são bem mais justos e compatíveis com a realidade do que no Brasil. As pessoas trabalham muito, mas muita gente trabalha das 10h às 17h. Mais horas no escritório não significa mais produtividade. Ah, e como o transporte público é bom, as pessoas não chegam mortas de cansaço após 3hs no trânsito. Aqui eles priorizam a qualidade de vida, são seres humanos que precisam descansar e por isso existe horário de trabalho e tempo livre. É normal sair para um pub depois do escritório e – aproveitar o resto do dia e a vida. É claro que muita gente acaba tendo três ou quatro empregos e uma vida difícil, mas não existe uma miséria tão horrível como no Brasil. Além disso, sempre tem reajuste no salário mínimo – pequeno, mas tem todo ano. Outra coisa importante em mencionar é que a vaga é preenchida pela capacidade do candidato e não porque ele é amiguinho de alguém na empresa.
  4. NHS – o sistema público de saúde.
  5. Polícia: os policiais são eficientes, passam segurança e confiança. Não existe uma polícia militar aqui que mata pobre, mata inocente e bate em manifestante.
  6. A Internet aqui é rápida e barata.
  7. Os preços de eletricidade, água e gás também não são absurdos. Ah, e a conta de celular no final do mês não vai fazer você chorar.
  8. Se você perder seu emprego, o governo te ajuda de duas maneiras: uma ajuda de custo e com um orientador pessoal, que te ajuda a pesquisar vagas, indicar cursos e montar seu currículo para voltar ao mercado o mais rápido possível. Falei um pouco sobre isso aqui.
  9. Aqui também tem político corrupto e mané, mas é bem menos. Bem menos. E há uma maior transparência. Os candidatos não conseguem escapar de questões importantes e colocam em pauta questões relevantes para a população. Aqui não tem essa de “não vamos falar sobre aborto” (afinal aqui é legalizado já mesmo) ou “projetos contra gays” porque o estado é LAICO.
  10. Sabe aqueles cabos de eletricidade em cima da sua casa, em torno de árvores que são o maior perigo? Aqui quase não tem, é tudo subterrâneo.
  11. Educação: não, não é só no sentido de ser polido. O sistema educacional é bom,  fornecer (e debater sobre) merenda na escola é primordial. O interessante é que se crianças estiverem pela rua durante o horário de aula, a polícia as acompanham até em casa e os pais recebem uma advertência.
  12. Os britânicos não são 100% anjos de candura. Mas a desonestidade não é num nível hardcore e nada desse jeitinho brasileiro. A honestidade faz parte da cultura.
  13. Há um maior senso de coletivo aqui e também de respeito ao próximo. Eles também respeitam e preservam prédios históricos.
  14. Os ingleses lêem e se informam bastante. Aliás, nunca vi alguém falando de taxa de analfabetismo aqui. Isso provavelmente se deve ao número 11.
  15. Pontualidade. Esquece desse esquema de falar que é às 19h pra só chegar às 21h. Acredito que a pontualidade de dever por alguns fatores culturais (e respeito ao próximo, não é legal nem educado deixar a pessoa esperando), mas também porque o transporte funciona melhor, não tem como dar a desculpa do “estava preso no trânsito”. Todo mundo aqui é perito no assunto “quanto tempo leva até algum lugar’. 7 minutos. 2 minutos e 48 segundos.
  16. Calçadas são decentes, ou seja, as pessoas; idosos e deficientes têm o “direito de ir e vir”, sem cair e se machucar em calçadas com buracos. Se alguém cair por conta de um buraco, pode processar a prefeitura (quase sempre ganham a causa).
  17. Promoções. O Reino Unido é o pai das promoções. Os supermercados levam a concorrência bem a sério e disputam quem é o mais barato, então sempre tem ofertas. As promoções de inverno que acontecem entre dezembro e fevereiro têm no mínimo 50% de desconto. No Brasil, as promoções são ridículas, mentirosas e parecem que estão fazendo um favor aos consumidores.
  18. Atendimento ao consumidor. Claro que não é perfeito, mas é pelo menos dois milhões de vezes melhor, pois levam à sério a satisfação do cliente. Tentam resolver seu problema e não causam outro. Acho que é o meu preferido dessa lista devido ao pesadelos e torturas ao consumidor brasileiro.
  19. Ninguém fica assediando as mulheres na rua e há oportunidades e igualdades no mercado de trabalho é maior. Se você sair com roupa curta ou não, ninguém vai te chamar de vadia. Sabe quando um cara aqui vai forçar um beijo? Num país machista como Brasil em que QUINHENTAS E TRÊS brasileiras sofrem agressões físicas a cada hora, o Reino Unido é extremamente mais seguro. Quando isso acontece aqui, é um escândalo e o cara vai pra cadeia – de jeito nenhum culpam a vítima.
  20. Ninguém te julga ou te encara se você é gay, tá com o cabelo verde, tá vestindo roupa de marca. Cada um toma conta da sua vida e dão muito valor à privacidade do outro.
  21. Com a falta de água entre a primeira e segunda guerra mundial, eles têm consciência e não disperdiçam água. Lavar calçada? Jamais. Eles também se preocupam bastante com o desperdício de alimentos e reciclagem.
  22. Eu sei que isso vai parecer estranho porque existem religiosos extremistas que acabam se tornando terroristas por aqui, porém apesar disso, nunca vi ninguém querendo converter outro, sendo intolerante, desrespeitando outras crenças ou ateus. Aqui, tirando esses loucos, a religião é algo pessoal e respeitada. Quase 50% da população britânica não possui religião. Religião ou Ateísmo não definem as pessoas, bom caráter ou falta de bondade.
  23. As estradas em geral são excelentes, bem mantidas e raramente tem pedágio.
  24. Quase todos os museus têm entrada gratuita. E todos são incríveis!
  25. Quando há obras públicas, eles se organizam direitinho para não atrapalhar o trânsito e criam alternativas seguras para os pedestres. E não tem desvio descomunal de dinheiro.
  26. O Her Majesty’s Revenue and Customs (HMRC) mostra o valor total recolhimento dos  impostos e onde foram aplicados em percentagem.
  27. Viajar é bem mais barato. Tem voo pra Dinamarca por £10, ida e volta. No Brasil, você tem que economizar por um bom tempo para visitar nossos vizinhos em Buenos Aires.
    Foto: Shutterstock
Anúncios

13 comentários em “27 vantagens em morar na Inglaterra

  1. Muito bacana. Outro nível em relação ao valor humano e respeito ao próximo . Exemplo a ser seguido. Pena que existe uma dificuldade muito grande em relação a imigrante no meu caso ,brasileiro de conseguir morar ai devido a não ter visto , ser imigrante ilegal e também em relação ao inglês . Sou leigo em relação ao idioma mas, seria um sonho morar ai ( Londres ) independente das dificuldades que enfrentaria.

    Curtir

  2. Estou a 2 meses em Bournemouth e tudo o que vc descreveu e a mais pura realidade. Não pretendo visitar o Brasil tão cedo. Só faltou uma coisa comentar sobre os carros como são baratos, comprados ao nosso Brasil.
    Parabéns!

    Curtir

    1. Eu não dirijo, mas é verdade, esqueci de comentar que algumas coisas são bem mais baratas do que no Brasil. Talvez não mais barato, mas com preços mais justos. Obrigada pelo comentário :)

      Curtir

    2. Olá Paulo Eduardo, estou me organizando para me mudar com minha família para a Inglaterra, inicialmente devemos ficar em Crawley (por ter conhecidos lá);
      gostaria de saber se você também foi com família? .. pois somos 4.. eu , meu esposo e meus filhos (02 crianças de 3 e 5 anos …) Fico querendo ouvir de quem também tenha levado crianças..como foi a inclusão e adaptação na escola.

      Curtir

  3. Vivi em Londres durante 2 meses, como turista, meu visto de permanência vence em outubro/2017, gostaria de voltar agora em setembro. Terei problemas pra entrar no país novamente como turista?

    Curtir

  4. A Inglaterra é suja, são fumantes e alcoólatras viciados . Em Corwall no sul e em muitas outras provincias é bem normal o incesto e isso é bem normal, princimpalmente entre pai e filhas.
    Eles economizam tanto a agua que o chuveiro não é usado. Tem clouchard em todas as esquinas. Pedophilia é em indices altissimos. E odeiam estrangeiros!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s