Quanto custa viver em Londres?

Isso é extremamente relativo. Depende de onde você vai morar, quanto vai ganhar e o que vai fazer com o dinheiro, né?

Eu sei que vocês querem que eu responda um número exato, mas eu sou de humanas.

Um dia, assim como você, eu não fazia ideia de quanto custava morar aqui – eu sabia os preços de algumas coisas (supermercado, roupas, entretenimento, etc). Acontece que é bem diferente quando você passa um tempo e quando você mora. Não que um seja melhor ou pior do que o outro – apenas visitar também dá saudade, mas morar te dá outra perspectiva  e oportunidades de conhecer a cidade bem mais a fundo.

Pesquisando um pouco, já dá para perceber que Londres tem outro esquema. As pessoas não só possuem uma língua diferente, mas elas vivem um pouco diferente – e o lado ruim é o como elas moram. São quartos alugados que se transformam num pedaço do seu mundo e pode até se tornar sua gaiola. A falta de espaço causa uma grande crise no sistema imobiliário de Londres. Cozinhas minúsculas para oito pessoas, casas sem espaço comuns (salas viraram quartos) e todo dia tem um anúncio sendo denunciado pelas condições quase que desumanas. Um deles era um armário no teto da cozinha para chamar de seu. Vira e mexe, tem um tal charmoso studio que na verdade é uma cozinha suja com uma cama velha no meio. Dividir o apartamento com outras pessoas – pessoas estranhas – pode ser um grande aprendizado de paciência e controle para não matar ninguém. O legal de Londres é conhecer pessoas de várias culturas, menos quando você mora com elas. Porque nem todo mundo acha normal níveis básicos de higiene. E é melhor eu nem falar nada sobre os banheiros compartilhados e possibilidades de ratos escondidos pela casa. Mas calma, nem todos os lugares são ruins.

Então, não são  oitocentas libras por mês que vai lhe custar de aluguel, mas também sua liberdade. Sem contar alguns pedaços de sua privacidade, mas só nos momentos que você não ficar guardado no quarto como livros mofados.

Morando em Londres

Reprodução
Legal, você pode cozinhar enquanto vai ao banheiro. Prático não?!

Localização ou conforto? Não dá para ter tudo na vida londrina. Raramente, mas raramente mesmo, você vai conhecer alguém que more na zona 1, a mais central e mais cara. A maioria se concentra na zona 2 ou 3 e quem não quer dividir apartamento de jeito nenhum, abre mão da localização, mas ganha em conforto ao morar a partir da zona 4. Dois sites que eu recomendo para encontrar um lar: SpareRoom e Gumtree. Lá você pode ver fotos de quartos e casas e também entrar em contato com o landlord/landlay ou corretor. Esquece essa de “tentar negociar”, pois é outra coisa rara aqui. Ao tentar pedir um desconto, outra pessoa está interessa no valor integral. Em Londres, é pegar ou largar e também uma corrida para ver quem consegue o quarto primeiro. Os “mais baratos” e melhores desaparecem primeiro. A média por semana é de £130 (zona 2 ou 3, quarto com banheiro compartilhado). Depende do contrato, mas você pode pagar tanto semanalmente como a cada duas semanas ou mensalmente. Quartos para casais com banheiro privativo na zona 2  dificilmente custam menos de £800 por mês. Importante: é bom ter certeza se todas as contas estão inclusas (luz, gás, água, internet e council tax). A furada é pagar aluguel mais as contas.

Média de custo
Aluguel de um quarto: entre 650 e 900 libras por mês
Internet 100mb: £30
TV license (no Reino Unido se paga uma taxa à BBC, pois não há propagandas): £20 por mês

(apartamento com dois dormitórios)
Gás: £30
Luz: £10 por semana
Água: £5 por semana
Council Tax: £150

Alimentação

Captura de Tela 2017-03-06 às 21.47.16

Uma pessoa solteira pode gastar uma média de £50 por semana no supermercado. O que afeta é o que você come, o quanto você come e se você prefere cozinhar ou comprar tudo pronto. Todo dia tem promoção e grande parte dos produtos eu só compro quando está em oferta. O Aldi e o Lidl são os supermercados mais baratos por fornecerem marcas alternativas que custam menos. Provavelmente, você vai morar perto de um grande Asda, Tesco, Sainsbury’s ou Morrison’s. O foodhall do Marks and Spencer é para quando você quer se agradar e procura uma refeição mais chique. O Waitrose também possui uma seleção de produtos superior e foi eleito o supermercado preferido dos britânicos. Normalmente, após às 17h, os supermercados reduzem o preço de alguns itens mais frescos ou próximos da validade.

Média de custo: entre 150 e 300 libras por mês

Entretenimento

Reprodução/Sandemans

Se você é do tipo que curte sair todo final de semana, beber e cair na noite, boa sorte. Em qualquer parte do planeta você vai estourar seu cartão de crédito. A grande vantagem é que existem muitas baladas que não se paga para entrar, seja por ser free mesmo ou antes de determinado horário (normalmente antes das 22h). Hoje em dia, eu acho muito estranho ter que pagar só para entrar num pub (em São Paulo, há vários assim). Londres tem muita coisa pra fazer de graça como já mencionei aqui, além disso é comum fazer uma reuniãozinha na casa dos amigos – que pode ser tanto como uma festa muito louca quanto uma festa estranha com gente esquisita.

Média de custo
Cinema entre £6 e £14
Peças de teatro e musicais: entre £20 e £100
Entrada em balada: entre £5 e £20
Partida de Futebol: entre £50 e £250
Boliche: £7
Karaokê: £10
Cerveja (pint): £4
Drink: £8.50

Futilidades

Reprodução/Birchbox

Roupa é uma necessidade, mas coloquei nessa categoria porque acho que no começo sempre trazemos peças de lã da mamãe e casacos de viagens passadas, mas claro, não dá pra sobreviver nesse frio PELADO. Londres é uma cidade queridinha no mundo da moda, mas tem tanto luxo quanto lixo. Se você é chique, meu bem, vá gastar seus milhões de libras na Selfridges e Harrods. Agora, a classe média compra na Primark (tipo Torra Torra) mesmo. Essa é a parte de Londres que você vai achar bem mais barata devido aos preços exorbitantes no Brasil. Dá para comprar maquiagem e roupa de marca sem ir à falência. Os preços são um pouco mais justos e sempre tem uma promoção apaixonante e irresistível.

Média de custo
Calça Jeans: a partir de £10
All Star: £35
Colar/pulseirinha: £7

Roupa íntima: entre £5 e £85
Shampoo/Condicionador: £3
Sabonete líquido: £1
Desodorante: £2.50
Toalha de banho: entre £5 e £20
Barra de chocolate/pacotinho de bala: £1

Viagens

87295282de2520366b17db68e777df1e
Às vezes uma passagem área custa menos do que o metrô até o norte de Londres. Com uma oferta gigantesca de cia. aéreas, quem ganha somos nós loucos por viagens. Viajar também fica mais barato quando você ganha em libras, essa moeda destruidora e mais valorizada da Europa que você respeita. Meu conselho é: aventure-se no leste europeu que tem muita a oferecer e pode custar até 5x menos do que a Inglaterra.

Média de custo
Passagem ida e volta (países da Europa): entre £10 e £80 / EUA: entre £135 e £320 

Diária hotel/Airbnb: £35

*** preços do post são leves aproximações

Anúncios

3 comentários em “Quanto custa viver em Londres?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s