O que fazer em Edimburgo, Escócia

A capital da Escócia deve entrar no seu roteiro assim que possível.  Considerada Patrimônio da Humanidade, é uma das cidades mais charmosas do Reino Unido.

Edimburgo é dinâmica, transborda cultura e ainda a sua modernidade se mescla com sua elegância histórica. Há vários locais da época medieval para serem visitados como castelos e ruelas. Além disso, possui tradições, festivais, paisagens e um astral únicos.

COMO CHEGAR A partir de Londres, há três opções para chegar até a capital escocesa: avião, ônibus ou trem. Um voo leva menos de uma hora e meia e há alguns que embarcam do aeroporto London City, o mais central em Londres. Já uma viagem de ônibus pela Megabus ou National Express demora entre 8 e 10 horas, saindo da Victoria Coach Station. A melhor opção pode ser o trem (5h30), mas você tem que ter sorte para encontrar bilhetes mais baratos (em torno de £20 cada trecho) no site da TrainLine, VirginTrains ou NationalRail.

ONDE SE HOSPEDAR?

Um hotel simples e barato é o EasyHotel. As diárias custam entre £25 e £30 com bastante antecedência. O quarto é pequeno e sem janela (você pode optar com quarto com janela por um custo adicional), mas bem localizado na Princess Street, quase em frente ao castelo.

Alugar um quarto no Airbnb é sempre outra boa opção para economizar, pois os valores ficam numa média de £40 por noite. Para quem está em um grupo de pessoas maior, há uma grande oferta de apartamentos em Edimburgo pelo Airbnb e pelo Booking.

O QUE FAZER NA CIDADE?

CASTELO DE EDIMBURGO

Reprodução/ Hec Tate Flickr

O Castelo de Edimburgo é o cartão-postal da cidade e praticamente imperdível. São mais de um milhão de turistas todo ano explorando a antiga fortaleza localizada no alto da cidade. De segunda à sábado, o canhão One O’Clock Gun é disparado precisamente às 13:00 horas. Bilhetes custam £16.50 e podem ser comprados online ou no dia de visita.

CALTON HILL

Reprodução/ Andrew Farr

Uma pequena subidinha à Calton Hill lhe dará uma maravilhosa vista da cidade. A colina fica no centro de Edimburgo e é parte do Patrimônio Mundial da UNESCO. É lá que você vai encontrar o Monumento Nacional da Escócia, em Calton Hill, um memorial aos soldados escoceses e marinheiros que morreram lutando nas guerras napoleônicas.

ARTHUR’S SEAT

Reprodução/Matt Machin
Traga água, comidinhas e separe um dia inteiro para explorar essas montanhas. Você vai se sentir um hobbit perdido, mas lá em cima é tão incrível que vai te fazer esquecer imediatamente como foi cansativo subir. São 251 metros de altura e dá para ter uma vista panorâmica de vários cantos da cidade. Assim como a rocha em que o castelo de Edimburgo foi construído, o Arthur’s Seat foi formado por um sistema extinto do vulcão da idade carbonífera (aproximadamente 350 milhões de anos atrás).

FREE WALKING TOUR E PUB CRAWL

Reprodução/Sandemans

Duas empresas oferecem o tour gratuito em Edimburgo, a Sandemans e a City Explorers. Há tour todos os dias, faça sol, chuva ou neve e no site de cada empresa você pode verificar o horário que é melhor para você. A partir de um ponto de encontro, um guia vai ter levar aos mais importantes pontos turísticos da capital escocesa e contar todas as curiosidades. O tour é free como o próprio nome sugere, mas você é muito mais do que bem vindo em dar uma pequena gorjeta ao guia. A Sandemans também organiza o pub crawl, um tour por bares legais da cidade que dá a oportunidade tanto de experienciar a noite de Edimburgo como conhecer gente de outros países. Todos os dias a partir das 20h, £12.

MUSEUS

Scottish National Portrait Gallery conta um pouca da história escocesa através de retratos. Já o Museum of Edinburgh exibe a história social e industrial da cidade (entrada gratuita).

GREYFRIARS KIRKYARD

Reprodução/Tony Austin

Visitar um cemitério? Desde quando isso é turístico? Pois é, eu também pensei a mesma coisa na época que fui na primeira vez para Edimburgo. Porém esse cemitério é um símbolo da cidade devido à história do leal cãozinho Bobby (deixe para saber mais sobre ele no free tour) – e atualmente por ter sido o local onde J.K. Rowling buscava inspiração para os nomes dos personagens de Harry Potter.

ONDE COMER

BYRON
Os preços são tipicamente britânicos para um hambúrguer (média de £10), mas você pode assinar a newsletter para receber promoções do tipo pague um, ganhe outro. Os milkshakes são de arregalar os olhos, congelar o cérebro e ainda dá para dividir entre duas pessoas não muito gulosas.

PAPPI

Papii/eperazza

Você está de férias e economizou toneladas de centavos – e inclusive se hospedou num hotel barato sem café da manhã. Você merece pelo menos um mimo chamado waffle. Sempre cheio, esse café é um dos melhores da cidade e serve ótimas bebidas quentes, milkshakes, croissants, sanduíches e o típico café inglês – ops, quero dizer, escocês.

HOTEL CHOCOLAT

Chocolat/Eperazza
Trufas, frappés e um maravilhoso chocolate quente cremoso com mais chocolate em cima (oh Deus, quanta gordice).

MALLOW VALLEY

Reprodução/MALLOW VALLEY

Apesar de ser um pouco mais afastado do centro, vale dar uma corridinha até lá. Eu que nem sou tão fã de cheesecake assim, achei tudo incrível.

Bate-volta até Glasgow: vale a pena?

Glasgow, foto por Moyan Brenn
Glasgow, foto por Moyan Brenn


Dois dias são suficientes para conhecer o básico de Edimburgo. Se você tiver um dia a mais e achar que nunca mais vai voltar à Escócia, pode ser que valha a pena sim. O bilhete custa em média £22 por pessoa (ida e volta no mesmo dia, fora do horário de pico).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s